Este homem trabalha suspenso numa falésia e o vídeo é impressionante

UM ESCOCÊS LEVOU O CONCEITO DE TELETRABALHO AO EXTREMO E INSTALOU-SE NUMA FALÉSIA

Madalena Costa


Para quem está em teletrabalho, há muitos meses, já lhe deve ter passado pela cabeça a ideia de alterar todo o espaço de trabalho ou o escritório.


Houve um homem que levou essa mesma ideia ao extremo. O teletrabalho permite a algumas pessoas fazê-lo a partir de qualquer lugar e este escocês decidiu levar o seu escritório de trabalho para uma falésia, no qual está suspenso.


Precisou apenas de uma estrutura e de uma instrutora de escalada para se conseguir instalar numa arriba na costa da ilha galesa da Anglesey, no noroeste do País de Gales.


Lá, Jason Griffin, de 34 anos, tem tudo aquilo que precisa: um computador, telefone, internet e uma bonita vista para o mar.



A sua profissão passa por ser consultor de call center e, com esta nova experiência, Jason Griffin mostra que o teletrabalho pode ser feito em qualquer lado, desde que se tenha as ferramentas certas (e alguma coragem, claro!).


Para o escocês aventureiro, os “cincos dias tradicionais no escritório, de segunda-feira a sexta-feira, das nove às cinco, vão acabar” e, é por isso, que começou já a testar diferentes ambientes do seu escritório.


Depois da falésia, Jason Griffin está já a pensar em instalar-se numa ilha desabitada, a ilha de Harris, ao largo da Escócia.


  • Partilha:

Artigos Recomendados
Top