Figuras públicas unem-se para ajudar bebé Martim que sofre com hérnias inguinais bilaterais

O PEQUENO MARTIM, DE CINCO MESES, PRECISA DE UMA OPERAÇÃO QUE TEM VINDO A SER DESMARCADA PELO SNS


Desde março, a impotência e o desespero têm dominado o dia-a-dia de Cláudia Ribeiro. Mãe há cinco meses, Cláudia Ribeiro desespera com a doença do seu bebé, que luta, diariamente, contra hérnias inguinais bilaterais e necessita urgentemente de uma operação.


Essa mesma operação tem vindo a ser marcada e desmarcada constantemente devido à Covid-19. Perante isso mesmo, Cláudia Ribeiro tem recorrido às redes sociais para dar conta da doença do seu filho, que sofre com muitas dores.


O estado de saúde do pequeno Martim pode agravar-se a cada dia que passa, uma vez que uma das hérnias “pode estrangular” parte do intestino, que já está no “canal inguinal” e é, por isso, que a operação é tão necessária.



O maior apelo chegou, esta segunda-feira, quando esta mãe viu a operação do filho, que estava marcada para dia 19 de julho, ser novamente cancelada devido à sobrecarga do hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) com casos de Covid-19.


Por isso, o desespero, tanto desta mãe como do filho, falou mais alto e levou-a a publicar um vídeo no qual Martim chora aflitivamente devido às dores que sente. Com o apelo, Cláudia não pretendia receber apoio financeiro, mas sim fazer chegar esta situação ao Serviço Nacional de Saúde.



A verdade é que, em menos de 24 horas, milhares de figuras públicas partilharam o apelo desta mãe. Carolina Deslandes, Bárbara Lourenço, Sara Matos, entre tantas outras pessoas, fizeram chegar o pedido de ajuda mais longe e a boa notícia chegou!


A mãe do pequeno Martim foi contactada pela diretora da pediatria do hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) para a remarcação da operação para dia 19 de julho.


As redes sociais têm também este lado bonito e solidário. Neste caso, a união fez mesmo a força e espera-se agora uma rápida recuperação do pequeno Martim!


  • Partilha:

Top