​Este pai não desistiu de procurar o filho durante 24 anos e o reencontro foi emocionante

AO LONGO DE MAIS DE 20 ANOS, ESTE PAI PERCORREU CERCA DE MEIO MILHÃO DE QUILÓMETROS À PROCURA DO FILHO

Jéssica Santos


No dia 21 de setembro de 1997, Xinzhen tinha dois anos e estava a brincar na rua, junto à sua casa em Liaocheng, quando foi levado por uma mulher.

A família ficou de rastos, mas o pai, Gangtang, nunca desistiu de o procurar. Enfrentou a dor e fez-se à estrada para distribuir panfletos com a fotografia do filho.

Foram mais de 20 anos, em que Gangtang percorreu cerca de meio milhão de quilómetros de motocicleta e passou por vários desafios: desde dormir debaixo de pontes a enfrentar ladrões. Mas algo o fazia continuar. Em 2015, disse ao Qilu News: “Só na estrada, me sinto pai”.

Ao fim de 24 anos, o dia que os pais de Xinzhen tanto ansiavam chegou. O reencontro com o filho aconteceu no último domingo e não podia ter sido mais emocionante. “Meu bebé, voltaste”, disse a mãe, enquanto o pai chorava e abraçava o filho.



O Ministério da Segurança Pública deteve a mulher que terá levado Xinzhen e o namorado, que terá vendido o rapaz. Apesar de o caso se ter tornado muito conhecido na China, e noutros países, as autoridades não divulgaram como encontraram os suspeitos, nem como encontraram o rapaz.


A história de Xinzhen é uma história de esperança e de um amor de um pai por um filho que nunca o fez desistir de o procurar.


  • Partilha:

Top