Há fruta com açúcar adicionado a preços exorbitantes no mercado do Funchal, divulga canal alemão

UMA REPORTAGEM ALEMÃ MOSTRA FRAUDE NO FUNCHAL: FRUTA A PREÇOS ELEVADÍSSIMOS A QUE SE ADICIONA AÇÚCAR PARA PARECER MAIS DOCE


Diz que os boatos já o indicavam, que havia desconfiança, que se falava por lá… que a alguma fruta seria adicionado açúcar para parecer dulcíssima e que era vendida, justamente por ser a “melhor” e a “mais doce”, a preços exorbitantes.

Não se pode, naturalmente, generalizar e estender esta prática a todos os comerciantes deste mercado específico, o Mercado dos Lavradores, no Funchal. Serão, diz-se, apenas alguns.


Sucede que esta fraude, esta “doce” burla, ganhou evidência com uma reportagem feita por um canal alemão que pretende assinalar e denunciar possíveis fraudes, ou verdadeiras fraudes, em locais turísticos normalmente procurados por alemães, com o objetivo de alertar os turistas alemães para que não caiam em algum tipo de manipulação ou burla.


A série chama-se “Achtung Abzocke” (Atenção às fraudes) e num dos episódios foi visado o Mercado dos Lavradores, no Funchal, onde, segundo divulga o jornalista Peter Giesel, alguma fruta tem açúcar adicionado artificialmente e é vendida a preços elevadíssimos, como é o caso, apontado pelo próprio, de se pedir 85 € por um saco de fruta exótica madeirense. Fora do mercado, numa mercearia, dois sacos da mesma fruta custam 10 €.


As entidades madeirenses competentes tomaram conta do assunto e vão agir em conformidade tal como a autarquia que avança que “não vai admitir que alguns reiterados maus exemplos ponham em causa a imagem do Mercado dos Lavradores e daqueles que lá trabalham com seriedade, brio e profissionalismo”.



  • Partilha:

Top