Na China, as crianças só vão poder jogar uma hora aos fins de semana e feriados

ESTA É A NOVA REALIDADE DAS CRIANÇAS E JOVENS COM MENOS DE 18 ANOS NA CHINA

Jéssica Santos


Os videojogos têm sido um tema de debate na China.

As crianças passam cada vez mais tempo online e isso a longo prazo pode trazer consequências no seu crescimento. Um jornal chinês avança que os adolescentes passam até oito horas por dia a jogar e apelidou os videojogos de “drogas eletrónicas”.


Até então, nada tinha sido feito pelo governo chinês. Agora, as crianças e jovens com menos de 18 anos só vão poder jogar uma hora às sextas-feiras, fins de semana e feriados. A medida foi anunciada pela Administração Nacional de Imprensa e Publicação que disse que só será permitido que joguem entre as 20 e as 21 horas, às sextas-feiras e aos fins de semana e feriados. E também pediu às empresas de videojogos para evitarem que as crianças joguem fora desse horário.



O fim ao vício infantil de videojogos está a ser tão levado a sério pelo governo chinês que as inspeções às empresas também vão aumentar, para verificar se os limites de tempo estão a ser cumpridos.


Esta restrição já tinha sido implementada pela empresa chinesa de videojogos Tencent que começou a usar o reconhecimento facial para impedir que as crianças jogassem entre 22 e as 8 horas.

E como é a realidade das crianças portuguesas?


  • Partilha:

Artigos Recomendados
Top