Nova personagem do Super-Homem vai ser bissexual

JON KENT É O NOVO PROTAGONISTA E CONSIGO TRAZ TAMBÉM UMA NOVIDADE


Jon Kent, o filho de Clark Kent, vai ser o novo protagonista do quinto livro da série “Super-Homem: Filho de Kal-El” e consigo traz algumas mudanças no universo da banda desenhada. Jon Kent assume a sua bissexualidade e, ao longo da história, vai apaixonar-se por Jay Nakamura, um jornalista com quem terá uma relação. Os dois começam a estreitar laços num momento difícil para Jon Kent, que passa por um “esgotamento mental e físico por tentar salvar toda a gente que consegue” e acaba por encontrar conforto e apoio no amigo.



Jon Kent é ainda um super-herói preocupado com aquilo que o rodeia e será fundamental para, por exemplo, combater incêndios provocados pelas alterações climáticas, impedir um tiroteio numa escola e protestar contra a deportação de refugiados. "Um novo Super-Homem tinha de ter novas lutas — problemas do mundo real — pelos quais pudesse lutar como uma das pessoas mais poderosas do mundo”, explicou Tom Taylor, escritor da nova série de banda desenhada, à BBC.

O mundo dos super-heróis quer tornar-se inclusivo e acompanhar os tempos atuais. A banda desenhada quer estar cada vez mais próxima do leitor e isso começa na forma como escolhem abordar ou não certos temas. Tom Taylor diz que o “Super-homem deve ser atual”. “Iríamos perder uma oportunidade se substituíssemos o Clark Kent por outro salvador heterossexual branco."


"Este super-homem é como eu. Este Super-homem vai lutar por algo que me diz respeito." É este tipo de reações que a DC Comics quer despertar nos seus leitores e foi esse o mote para avançar com a ideia. Este não é o primeiro super-homem que decide assumir a sua orientação sexual. Em março deste ano, a Marvel anunciou que iria lançar o primeiro Capitão América homossexual.


  • Partilha:

Top