Resolução de ano novo: como adquirir o hábito de poupar

2022 PODE SER O ANO DA REVOLUÇÃO DAS TUAS ECONOMIAS

Jéssica Santos


Se um dos teus desejos para 2022 é ganhar o hábito de poupar, isto é para ti!

Aqui vai uma ajuda, caso um dos teus desejos para 2022 for este. O site Rock Content partilhou algumas dicas que vão mudar a forma como olhas para o dinheiro neste novo ano.

Desde poupar um valor fixo por mês, a reduzir gastos, ganhar juros e fazer orçamentos. Em 2022, vais tornar-te um gestor do teu próprio dinheiro e não precisas de ter queda para os números.


1 – Saldar as dívidas


Entraste em 2022 com dívidas? Se sim, elas serão sempre a tua grande prioridade e só poderás investir em algo, quando as saldares todas. Antes de pensares em guardar dinheiro, paga as tuas dívidas. E depois corta literalmente o teu cartão de crédito.


2 – Valor fixo por mês


Depois de pagares todas as tuas despesas essenciais - desde renda, supermercado, empréstimos, gasolina - coloca todos os meses um valor fixo na tua conta poupança. Não precisa de ser um valor grande para criares o hábito de poupar. Encara esse dinheiro poupado como uma conta que tem de ser paga, assim que o ordenado cai. E depois com o tempo, vai aumentando-o.


3 – Cria metas


Este ponto está relacionado com o anterior. Para poupares, nada como teres uma meta para te manteres motivado e sem desvios. Queres comprar um carro? Vê consoante o teu dinheiro e despesas quanto é que poderias poupar por mês e assim saberás quanto tempo levarás até atingires o teu objetivo.


4 – Agenda transferências


Agenda um valor fixo para sair da tua conta para a poupança, todos os meses, assim que o dinheiro cai. Desta forma, o hábito de colocar dinheiro na poupança não se torna tão difícil e começas logo no início do mês a poupar.


5 – Aponta todas as tuas despesas


Todas mesmo! Até aquela ida à padaria para comprar um pão fatiado. Assim, terás uma maior noção para onde vai o teu dinheiro e podes reduzir alguns gastos desnecessários.


6 - Pára de comprar por impulso


De nada valerá tentar poupar, se continuares a comprar por impulso. O ser humano não precisa de muito para viver. Quando tiveres vontade de comprar algo, reflete primeiro e questiona-te se precisas realmente disso. Não compres apenas porque está em promoção. Tem de ser algo útil para ti. E mais do que procurar razões para justificarem a compra, tenta encontrar razões para não a comprares.



Os tempos que correm estão cada vez mais difíceis para poupar, mas como referido num dos pontos anterior, não importa o valor para se começa a poupar. O ditado diz que "grão a grão enche a galinha o papo" e se todos os meses poupares, nem que seja uma pequena quantia, já fará diferença ao fim de algum tempo. Além disso, se levares todos estes pontos em consideração, também poderás cortar em alguns gastos não essenciais e que estão, sem te dares conta, a fazer mossa no teu orçamento.


  • Partilha:

Top