Nesta universidade só entra menos de 1,5% dos candidatos!

É, provavelmente, a universidade mais exclusiva do mundo. Pelo menos, é das mais dificeis de conseguir entrar. O Instituto Birla de Tecnologia e Ciência (BITS) em Pilani, Índia, pode não aparecer nas listas de universidades apetecíveis, pelo menos neste lado do mundo.

No entanto, todos os anos, 180 mil ansiosos candidatos tentam entrar num dos seus cursos e apenas 2.600 alunos recebem a carta de aceitação. De acordo, com o Business Insider, este facto torna-a mais exclusivas do que qualquer universidade da Ivy League, nos Estados Unidos, ou qualquer outra faculdade do mundo. É um feito.

Nos Estados Unidos há um monte de escolas com elevados níveis de rejeição de candidatos. Menos de oito por cento dos candidatos ao MIT são admitidos, enquanto Harvard aceita apenas seis por cento. Mas a BITS eleva a fasquia a um nível quase irreal, na medida em que menos de 1,5% dos candidatos são admitidos.

Para o caso de ficares tentado, esta universidade possui um campus em Goa. Só não sabemos se há aulas em português...

  • Partilha:

Top