Velejador da Scallywag desapareceu no mar

Na prova mais dura do desporto profissional, um dos velejadores da Scallywag caiu ao mar esta segunda feira e mesmo depois de uma extensa operação de busca e salvamento em condições de tempestade, não foi possível recuperar o inglês John Fisher - "Apesar dos perigos do desporto, ele adorava a sua vela. Um membro de longa dat ada equipa e um marinheiro grande e experiente, o melhor ser humano e um verdadeiro patife" É assim que Lee Seng E Sung Hung Kai & CO, dono e patrocinador da equipa descrevem o navegador que desapareceu.

Numa declaração à Volvo Ocean Race, dizem ainda que "com a previsão de agravamento e a noite caindo, a equipe tomou a difícil decisão de ir para " Landfall 1,200 milhas náuticas de distância na América do Sul. Nossos pensamentos e orações estão com a família de John e a tripulação neste momento mais difícil, e estamos trabalhando com a Volvo Ocean Race para fornecer todo o apoio que podemos. O nosso foco agora é levar o barco e a tripulação para um porto seguro."

John Fisher usava o equipamento de sobrevivência quando caiu ao mar, aproximadamente a 1.400 milhas a oeste do Cabo Horn, numa altura em que o vendo era de 35 nós do quadrante oeste, acompanhando o estado do mar. A temperatura da água era de 9 graus Celsius".
A Volvo Ocean Race é uma regata de 45.000 milhas náuticas à volta do mundo. O incidente ocorreu no dia 9 da 7ª etapa, que tem uma distância de 7,600 milhas, e liga Auckland, Nova Zelândia a Itajaí, Brasil.

Vê aqui o Tweet deixado pela Volvo Ocean Race:


<>

  • Partilha:

Artigos Recomendados
Volvo Ocean Race Lisboa 2017
Top