O site da RFM utiliza cookies. Ao navegar está a concordar com a sua utilização.
Saiba mais sobre o uso de cookies.Fechar

Porque é que a fila do lado anda sempre mais do que a minha?


Sabes as filas para entrar nos festivais de música? E as filas das caixas de supermercado? E as filas no trânsito? E, agora, que estás provavelmente de férias e há filas para tudo?

Detestas filas e nunca sabes qual escolher… e a do lado anda sempre mais!? E porque é que não aguentas e mudas para a fila do lado?

É apenas uma sensação ou é mesmo um facto que a fila, na qual estamos, de carro ou a pé, é mais lenta do que a do lado?

E continua a ser sensação ou é mesmo um facto que, ao trocarmos de fila, a nova, que andava mais rápido, passa a mais lenta?




Qualquer um de nós tem esta perceção que chega quase a ser um dilema!! Escolho a fila A ou a B? Bolas, fui para a A e a B está a andar mais!

E os portugueses ainda fazem outra coisa, quando chegam a um local com filas e são mais do que um!! Sejam dois amigos ou amigas, um casal ou pai/mãe e um filho ou mais! Um deles vai para uma fila e o outro para outra fila. Quando percebem qual é a fila que se despacha mais rápido, o da fila mais lenta junta-se ao da fila que anda mais depressa!



E tudo isto porquê?

Porque temos “aversão ao último lugar”. Dizem estudos feitos na Universidade de Harvard, nos EUA, que o ser humano repudia “primitivamente” ficar em último. Isto acontece mesmo inconscientemente!


Observou o estudo que as pessoas, quando se colocam numa fila, a pé ou de carro, ficam, ao fim de uns minutos, impacientes pelo tempo que julgam que a espera vai levar. Então começam a mudar de fila. O resultado é que a mudança de fila, ou até várias mudanças de fila, acabam por fazer com que a pessoa perca mais tempo do que se permanecesse na fila inicial o tempo todo.


Tudo por causa da tal “aversão ao último lugar”, um desconforto inconsciente semelhante, segundo os estudiosos, a ter más notas na escola ou o ordenado mais baixo da empresa.



O que recomenda o estudo para evitar este desconforto “a minha fila anda menos do que a do lado, por isso vou mudar de fila”?


1 – Não olhes para o andamento da outra fila. Ignora-a, simplesmente, como se houvesse apenas uma fila única: a tua!
2 – Entretém-te a conversar com quem está à tua frente ou atrás de ti
3 – Escolher a fila mais à esquerda. Porquê? Porque a maioria das pessoas são destras e, dizem os cálculos matemáticos, têm tendência a escolher também a fila da direita. Se fores para a da esquerda, és capaz de ter mais sorte!

Ahhh... e quando há senhas para as filas, o que fazemos? Olhamos para elas, na mão, dezenas ou mesmo centenas de vezes, como se esse espreitar do "nosso" número estimulasse o avanço da fila. :)




  • Partilha:

Top