Para ficares à sombra da árvore do ano tens de ir a... Mértola!

A azinheira, que foi eleita a árvore portuguesa do ano, cresceu no Monte Barbeiro, Alcaria Ruiva, em Mértola. Tem 150 anos e vai representar Portugal no concurso "Tree of the Year".

A azinheira, que parece fazer parte de um cenário de um filme, é da espécie Quercus Rotundifolia Lam e foi a eleita entre 29 árvores candidatas, em Portugal. Conseguiu 3.445 votos no concurso nacional organizado pela União da Floresta Mediterrânica (UNAC), no âmbito do concurso da Árvore Europeia do Ano.

O juri que a escolheu é composto por António Bagão Felix, Nuno Mendes Calado, Paulo Tenreiro, Rui Queirós e Ana Luisa Soares. Depois da azinheira secular do Monte do Barbeiro, e em segundo lugar, ficou o Plátano do Rossio, em Portalegre e a Quercus do ISA em Lisboa.

O concurso da Árvore Europeia do Ano tem por objetivo encontrar a árvore com as histórias mais interessantes. A votação vai decorrer em fevereiro de 2019.


Em 2018, a grande vencedora foi uma árvore portuguesa, o sobreiro assobiador de Águas de Moura, no Alentejo.

A cerimónia de entrega foi assim:

  • Partilha:

Top