7 sítios improváveis em Portugal para o dia dos namorados


Este ano, queres mesmo impressionar o amor da tua vida, não é? É assim mesmo! Fazes muito bem! Queres fugir ao ramo de flores, à caixa de chocolates e ao jantarinho a dois?

Boa! Nada como impressionares com algo com que não se espera!

Então, se realmente queres surpreender o amor da tua vida, aqui ficam 7 lugares improváveis para ires com a tua cara metade, no dia dos namorados.
Também podes ir noutros dias, até porque sabemos bem que amar e namorar é quando quisermos.
Sucede que o calendário fixa um dia para esta situação e, portanto, a ideia é fazeres coisas diferentes, no dia 14 de fevereiro. Se não te der jeito ires exatamente neste dia, vai no fim de semana seguinte ou quando os dois tiverem um tempinho.


7 sítios improváveis em Portugal para impressionares no dia dos namorados



1 – Amor e uma cabana

Se tu e o teu amor são do género “amor e uma cabana”, este é o sítio ideal.
Uma cabana, no meio de jardins incríveis! Já te imaginaste de mão dada a caminhares por este sítio? Surpreende o teu amor com um passeio até esta cabana!
Fica perto de Penafiel, nos jardins da quinta da Aveleda, e é digno do cenário de uma história de encantar!


2 – A sós numa gruta

Se és do género de dizer “hoje, vou mostrar-te um sítio incrível?”, uma gruta é o local perfeito!
Além do mais, é ideal para fazeres o esperado pedido de casamento, a sós!
Chamam-se buracas, ou vale das buracas, e ficam perto da Serra do Rabaçal, na zona de Condeixa-a-Nova. Existe um percurso pedestre até estes abrigos, por isso, informa-te antes de te aventurares.
Seja como for, amor e uma gruta é sempre um desafio e tanto!


3 – Um príncipe encantado

Se ele é o teu príncipe encantado ou ela a rainha da tua vida, que melhor do que irem os dois até um castelo. Damos-te 2 hipóteses.
A - O castelo mais escondido de Portugal

Castelo da Amieira. É o castelo mais escondido de Portugal porque foi construído num declive e não num ponto alto, onde normalmente se construíam os castelos para melhor defesa da zona. Este era para ser uma residência, daí ter ficado num declive. Foi mandado construir pelo pai de D. Nuno Álvares Pereira.

Fica no concelho de Nisa, no Alentejo, e é medieval.

Faz dele um príncipe ou faz dela uma rainha e vão os dois de visita ao castelo mais escondido de Portugal.


B – O castelo tirado de um filme de reis e rainhas

É o castelo de Santa Maria da Feira e vem direto da Idade Média.

Se ele é o teu cavaleiro andante e ela a tua linda donzela, sigam os dois para o castelo de Santa Maria da Feira!

Um cenário digno de reis e rainhas. Coroai-vos de amor!



4 – Amor na pradaria

Se és do género bucólico, o campo é a melhor opção. Sem qualquer ponta de dúvida! O cheiro a terra e a flores… um mar de lavandas e uma cabana também… há lá melhor do que isto? Imagina o que seria fazeres aqui um piquenique, daqueles glamorosos, mesmo à filme.
Fica perto de Castelo de Vide, no Alentejo.
O campo inspira e enche os corações da serenidade própria para amar. Namorar num ambiente campestre pode ser um cliché dos grandes, mas quem ama de verdade não lhe resiste.


5 – Um palácio romântico

O amor é “rei” entre os dois? O ambiente apalaçado é o indicado para ti que amas com a majestade que o teu par merece.
Para além disto, este palácio do século XIX é um dos expoentes máximos da arquitetura do período do romantismo português.
É o palácio de Monserrate, fica em Sintra e tem um parque envolvente lindíssimo e igualmente romântico.
Este edifício tem influências góticas, da Índia, alguns apontamentos mouriscos e ainda outros exóticos, no interior e no exterior. Os jardins têm espécies oriundas de todo o mundo e estão organizadas por zonas geográficas.
Quem nunca quis amar com a “noblesse” de um palácio?


6 – Uma ilha de amor

Uiii, amor numa ilha. Que incrível! Quem nunca quis isto? É o sonho dos dois? Então surpreendam-se! E se pensas que namorar numa ilha é assim uma coisa distante e inatingível, pode não ser! O Baleal é um lugar incrível! É uma pequena península separada da terra por uma língua de areia e em tempos foi uma ilha mesmo! Fica perto de Peniche, na região Oeste.
Amor numa “quase” ilha é o sonho de qualquer um!



7 – Um farol para te guiar

Sim, é bom que alguém guie o teu amor. Ou tu ou a tua cara metade. Quem é o guia da vossa paixão? Na dúvida, vão passar um bocado do dia a um farol.

O farol orienta 😊… é essa a sua função.
Para além de que os faróis ficam sempre em sítios bonitos, “onde a terra acaba e o mar começa”.

Ficam aqui duas possibilidades:


A - Um farol diferente.

Quadrado e não redondo, com riscas azuis e não encarnadas e com 20 metros de altura e não muito mais alto, como habitualmente são, este farol fica em Cascais.

É um farol mesmo "querido" para te deixares “guiar”, neste dia dos namorados. É o farol de Santa Marta. Foi construído em 1868 e era mais baixo de origem. Em 1936, aumentaram-no 8 metros para que ficasse visível já que as construções, à volta, o começavam a tapar.
A partir de 2007, passou a ser um farol museu e está aberto ao público.
Deixem-se guiar por este farol diferente.



B – O farol mais alto de Portugal para o caso de os dois estarem mesmo a precisar de luz e orientação 😊

É o farol da Barra, em Ílhavo, Aveiro. Tem 62 metros e ergue-se 66 metros acima do nível do mar. É o farol mais alto de Portugal e o segundo maior da Península Ibérica.
Começou a funcionar em 1893, é redondo com riscas brancas e encarnadas. O alcance da luz, em dias limpos, atinge cerca de 43 quilómetros. Impressionante.

Lá dentro, existe uma escada em caracol com 288 degraus.

Ilumina e orienta o teu amor numa visita ao farol mais alto de Portugal!


FELIZ DIA DOS NAMORADOS... surpreende o teu amor com uma visita a um destes locais portugueses lindíssimos!

  • Partilha:

Top