Por 690 euros estes ténis “usados” da Gucci podem ser teus

Queres ter o ar de quem voltou de um festival de verão fantástico mas não aguentas a poeira, a confusão e as filas intermináveis? Com os ténis da nova coleção da Gucci já podes ter esse look sem sair do conforto da tua casa.

Os novos ténis da Gucci, lançados em três versões diferentes, foram inspirados na estética da roupa desportiva do anos 70, e é de lá que parece que vêm diretamente. O aspeto sujo e usado do couro dos sapatos, que parecem já ter corrido uma maratona, e em que nem o logo da marca escapa ao efeito envelhecido, têm causado alguma irritação online.



Há quem lhe chame vintage, outros sujidade. Estes ténis que podiam ter sido comprados em segunda mão, são mais uma manifestação de uma tendência em que as marca de luxo têm investido para a criação de peças com uma estética envelhecida. Calças jeans rasgadas e com lavagem, camisolas desfiadas, ténis velhos e sujos, tudo remete para as bandas punk dos anos 70 ou para o grunge dos anos 90, mas agora a preços de luxo.

Sinónimo de uma época em que se quer ter um look effortless e négligé instantaneamente, ou passar a ilusão de esforço e trabalho árduo, mas não se tem tempo para esperar que as roupas envelheçam naturalmente.

Estas novidades do catálogo da Gucci surgem apenas uma semana depois de a marca ter sido obrigada a retirar uma camisola do mercado, que foi apelidada de racista por simular blackface, uma prática considerada ofensiva por acentuar estereótipos raciais.



A marca pode ser acusada de mau gosto por simular ou glorificar o que para muitos é sinónimo de pobreza e esforço, e vendê-lo a preços impossíveis de suportar pelo comum mortal, mas talvez esteja só a seguir o exemplo de outra marca de luxo, a Golden Goose, que no ano passado lançou uns ténis envelhecidos e colados com fita-cola, vendidos a cerca de 500 euros cada par e que acabaram por esgotar.



  • Partilha:

Top