XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX' width='0' style='display:none;visibility:hidden'>

Porque é que se formam filas de trânsito sem razão aparente?

Paulo Pereira

Já nos aconteceu a todos: Vais sossegado, no teu carro, a regressar a casa e, sem que nada o fizesse prever, encontras uma interminável fila de trânsito.

Pensas "deve ter havido acidente..." Mas, quando finalmente consegues passar a zona de maior caos e o trânsito começa a fluir com normalidade, percebes que não existia acidente algum nem nada que justifica-se o abrandamento dos carros à tua frente!

via GIPHY

Vários cientistas tentaram responder a esta questão, usando modelos matemáticos e científicos. Ao que parece a resposta é bastante simples: as filas de trânsito formam-se devido a pequenos distúrbios nos padrões de trânsito. Normalmente, pequenas travagens. Um primeiro carro trava ligeiramente, os carros que seguem travam um pouco mais fundo para evitar bater e esta onda de travagem vai-se amplificando, levando eventualmente a que o trânsito pare.

Uma boa maneira de visualizar este efeito é através deste vídeo, feito por investigadores japoneses. Repara como, mesmo sem nenhum impedimento e com todos os carros a circular a uma velocidade constante, se forma trânsito.

Como é que se pode resolver isto? Enquanto não chegam os carros autónomos, o melhor mesmo é evitar que estas ondas se formem. Uma boa forma de conseguir este objectivo é guardar sempre alguma distância do carro da frente, para evitar travagens bruscas ou mais intensas. Dessa forma, a onda de travagem não se forma e o trânsito circula com mais fluidez.

Sempre que isso não for possível podes continuar a contar com o trânsito na RFM, para te alertar sobre os locais a evitar em dias mais complicados!

  • Partilha:

Top