Migos, Melim e Ozuna no Meo Sudoeste 2020


A 24ª edição do MEO Sudoeste está de volta à Zambujeira do Mar entre os dias 4 a 8 de agosto de 2020

Já confirmados:

5 de agosto

Palco MEO – Bad Bunny, ProfJam

6 de agosto

Palco MEO – Major Lazer

7 de agosto

Palco MEO – Ozuna, Blackbear, Melim

8 de agosto

Palco MEO- Migos


Ultima confirmação: Migos - 8 de agosto, Palco MEO

A nova confirmação é um dos mais populares representantes do hip hop na atualidade: o grupo Migos atua dia 8 de agosto, no Palco MEO do MEO Sudoeste.



5 de agosto,

Palco MEO - ProfJam

Há mais um nome confirmado: o incontornável ProfJam atuará no Palco MEO a 5 de agosto, num concerto especial que promete várias surpresas.

Prof Jam tem vindo a desenhar um dos mais personalizados e interessantes percursos artísticos no hip hop nacional, apostando numa postura e uma sonoridade que o colocam num campeonato que é só seu. O rapper estreou-se em 2014 com a mixtape “The Big Banger Theory”. “Mixtakes” foi o passo seguinte, um registo destacado como um dos melhores de 2016 e que incluía outro clássico: “Queq Queres”. Em 2018 lançou os temas “Yabba” e “Gwapo” (com a participação de Yuzi, um dos artistas da sua Think Music) e ambos alcançaram números bem expressivos nas plataformas de streaming. A internet tem, aliás, sido um dos principais terrenos da afirmação da arte de ProfJam: “Xamã” e “Mortalhas”, temas lançados em 2017, atingiram milhões de visualizações no YouTube. “Água de Coco” foi o primeiro single do muito aguardado disco “#FFFFFF”, editado em 2019 e produzido por Lhast. Depois do tremendo sucesso de “Água de Coco” – vídeo ultrapassou 10 milhões de visualizações, o segundo single. Lhast assina o beat e o gancho do refrão de “Tou Bem”, uma afirmação da felicidade e do bom caminho que ambos os artistas encontraram e agora percorrem. Dia 5 de agosto vamos ficar a conhecer melhor esta história arquitetada por um dos rappers do momento, a consagração de ProfJam no Palco MEO do MEO Sudoeste, num concerto especial que contará com várias surpresas!



MEO Sudoeste 2020, junta-te à Tribo!

5 de agosto

Palco MEO – Bad Bunny

A aposta na música latina, também se mantém na próxima edição do MEO Sudoeste.

Bad Bunny é um dos nomes mais fortes da música latina da atualidade. Desde que entrou em cena, em 2016, o cantor, rapper e produtor porto-riquenho está na linha da frente das novas tendências da música urbana com sabor latino. impressionante. Músicas como “Mia”, com a participação de Drake e com mais de 900 mil visualizações no YouTube, asseguram um concerto inesquecível no Palco MEO do 24º MEO Sudoeste.



6 de agosto

Palco MEO – Major Lazer

Os Major Lazer são um dos gigantes da música eletrónica a nível mundial. Os produtores Diplo e Switch conheceram-se em 228 quando trambalharam no primeiro disco da cantora M.I.A. e, depois, também com Santigold.. O primeiro disco da dupla saiu em 2009. “Guns Don’t Kill People… Lazers Do” já tinha alguns dos elementos mais característicos da banda, como a eletrónica cativante e o reggae sempre à espreita. O segundo disco, “Free The Universe”, editado em 2013, continuou nessa senda de sucesso e incluiu as participações de algumas estrelas da música de dança como Vybz Kartel, Busy Signal, Mr. Vegas, Nina Sky, Amanda Black, entre outros. O single “Hold the Line” explodiu em todo o mundo, fazendo sucesso em qualquer pista de dança. Em 2012 juntaram-se a Snoop Dogg e editaram o tema “La La La” – a colaboração também se estendeu à produção do disco “Reincarnated” de Snoop Lion, a persona de Snoop Dogg. Nessa altura houve uma mudança no projeto: Switch saiu e entraram Jillionaire e Walshy Fire (Jillionaire viria a sair neste ano de 2019, dando lugar a Ape Drums). Em 2015 editaram o seu terceiro disco: “Peace Is The Mission”. Poucos meses depois voltariam a dar que falar com o lançamento de mais um tema com sucesso à escala planetária: “Cold Water”, com a participação de Justin Bieber e MØ. E sucessos como esse foram aparecendo naturalmente, uns atrás dos outros, assim como as colaborações com estrelas como Beyoncé, Nicki Minaj e Ariana Grande. Entretanto, continua a espera por “Lazerism”, o quarto disco dos Major Lazer. "Make It Hot" com Anitta e "Que Calor" com J Balvin e El Alfa são dois dos temas já conhecidos, e também dos mais esperados pelo público português no concerto de dia 6 de agosto no Palco MEO do MEO Sudoeste.


7 de agosto

Palco MEO – Blackbear

Blackbear é um dos nomes emergentes no panorama da música pop, com um percurso marcado pela audácia e pela irreverência, mas houve um tempo em que Blackbear era apenas um jovem músico, enamorado pelo rock, com uma guitarra e pouco mais. O ponto de viragem da sua carreira deu-se com “Boyfriend”, um dos estrondosos hits de Justin Bieber, co-escrito por Blackbear. Nessa altura, o músico de Hollywood reinventou-se enquanto rapper, aproximou-se do r&b e inaugurava, dessa forma, uma nova fase da sua carreira. “Sex”, a mixtape editada em 2012, dá provas desse seu novo rumo, com as participações de Mike Posner, James Blake e Maejor Ali. O primeiro disco, “Deadroses”, editado em 2015, foi mais um passo na consolidação do seu nome como um dos músicos mais promissores da sua geração. Nos anos seguintes editou mais três discos, entre outros singles. “Help”, “Digital Druglord” e “Cybersex” foram os três álbuns editados em apenas dois anos, mostrando que o Blackbear não veio para brincar e que trabalhou muito até atingir os seus resultados. Em 2018 colaborou com Mike Shinoda no tema “About You” e com DVBBS no tema “IDWK”. Em 2019 regressou aos discos com “Anonymous”, o seu registo mais longo até agora, marcado pelo facto de chegar depois de Blackbear ultrapassar um problema de saúde, o que faz deste disco um lançamento cheio de significado.


7 de agosto

Palco MEO – Ozuna

Juan Carlos Ozuna Rosado ,é um cantor e compositor porto-riquenho que lidera a nova geração de músicos latinos.

Filho de pai dominicano e de mãe porto-riquenha com apenas 12 anos já se aventurava na composição das suas próprias músicas.

Aos 23 anos editou dois singles de sucesso tanto nas rádios como nas plataformas digitais: “Si Tu Marido No Te Quiere” e “No Quiere Enamorarse”. Em 2016 editou um remix de “No Quierse Enamorarse”, em colaboração com Daddy Yankee, e logo depois seguiu-se outra colaboração de sucesso naquele que seria um dos primeiros grandes êxitos de trap saído do mundo latino: “La Ocasión”.

No verão de 2017 editou o primeiro disco, “Odisea”, que se manteve no primeiro lugar no top de discos latinos mais vendidos durante 46 semanas consecutivas.

Depois de lançar o documentário “Música sin Fronteras” no YouTube (um filme biográfico, inédito no mundo da música latina), Ozuna editou o seu segundo disco, em agosto de 2018. “AURA” voltou a dominar os tops de mais vendidos e rendeu concertos na América Latina, nos Estados Unidos e em toda a Europa. Ozuna conta com mais de 105 nomeações e 56 prémios no seu currículo. Já colaborou com nomes como Daddy Yankee, Luis Fonsi, Nicky Jam, DJ Snake, Cardi B, Selena Gomez, Post Malone, Snoop Dogg, Rosalía, Anitta, entre outras estrelas do mundo da música.

Em 2019 editou digitalmente o álbum “Nibiru”, que chega às lojas, em Portugal, em fevereiro de 2020.

"Baila Baila Baila" e "Amor Genuino" são singles que provam a excelente forma de Ozuna e fazem crescer ainda mais a expectativa para o concerto em Portugal, no MEO Sudoeste.


7 de agosto

Palco MEO – Melim


Quando vemos os irmãos Melim a tocarem juntos imagina-se que eles cresceram a fazer música juntos. Essa é uma impressão errada, no entanto. Diogo e Rodrigo, que são gémeos, e Gabi só se juntaram há pouco tempo, mas a química foi tão evidente que o sucesso era algo inevitável. Depois de lançar um belíssimo EP no final de 2017, a banda Melim atacou o ano de 2018 com um álbum com 16 músicas capazes de se colarem à cabeça e ao coração de quem ouve. Recentemente os Melim participaram também no tema “Se eu “ de Fernando Daniel que fará parte do novo álbum do músico. É certo que temas como "Meu Abrigo" e "Ouvi Dizer" (um tema com mais de 200 milhões de visualizações no YouTube) vão ser cantados em uníssono pelo público presente no próximo MEO Sudoeste, dia 7 de agosto, no Palco MEO.


8 de agosto

Palco MEO – Migos

Formado por um grupo de três amigos, Quavo, Takeoff e Offset, os Migos são um dos projetos mais interessantes do hip hop (e do trap) produzido em todo o mundo.
Enquadrado na melhor tradição sulista do hip hop norte-americano e influenciado por nomes como Outkast e Hot Boys, o trio de Atlanta teve uma ascensão meteórica, desde o momento em que os três amigos começaram a fazer música, algures em 2009, sob o nome de Pólo Club.
O nome Migos só apareceria mais tarde, em 2010.
Em 2012 lançaram a sua primeira mixtape, “No Label”, e um ano depois chegaram aos ouvidos de uma multidão graças ao single “Versace”, que viria a ser um dos temas desse ano, ao ponto de ser alvo de uma remistura de Drake. Depois de “No Label II”, a segunda mixtape, chegou a altura de se estrearem em disco, com “Yung Rich Nation”, um registo muito bem recebido, tanto pelo público, como pela crítica.
Nesse mesmo ano de 2015, os Migos destacaram-se com o single "Look at My Dab", um autêntico fenómeno de dança, que rapidamente se tornou viral em todo o mundo.
Apesar do sucesso, o trio manteve a ambição e começou a preparar uma trilogia. A primeira parte de “Culture” saiu em 2017 e logo alcançou o primeiro lugar na tabela Billboard 200.
O sucesso não foi apenas comercial: o disco também lhes valeu a nomeação para um Grammy.
“Culture II” viu a luz do dia em 2018. O disco conta com as colaborações de nomes tão relevantes como Pharrell Williams, Zaytoven, Murda Beatz, Metro Boomin e até Kanye West. “Supastars” e “Stir Fry” são alguns dos temas mais fortes do álbum, com potencial para se tornarem hits à escala mundial.
A terceira e última parte da trilogia “Culture” chega neste ano de 2020 e esse será, certamente, mais um dos motivos de interesse para o concerto de Migos no próximo MEO Sudoeste no dia 8 de agosto, no Palco MEO.


Entretanto já aí está, para os maiores fãs do festival, em número limitado e em exclusivo da loja online MEO, o Pack Tribo MSW inclui 5 passes para todos os dias do Festival que incluem 9 dias de campismo grátis.

Sabe mais aqui


  • Partilha:

Top