“Mais Ajuda” dá 150 mil euros para respostas inovadoras a problemas sociais com o Lidl e a RFM

SÃO ESTAS AS 6 ENTIDADES VENCEDORAS SELECIONADAS PELO PROGRAMA “MAIS AJUDA” COM O LIDL E A RFM


Finalmente, chegou a altura de conhecer o final feliz desta história, que começou há alguns meses, e da qual tu fazes parte.

Muita coisa aconteceu desde o primeiro dia em que o Lidl e a RFM lançaram o desafio: o desafio para que, juntos, conseguíssemos reunir um valor para o programa Mais Ajuda distribuir por 3 IPSSs e 3 Startups, de forma a facilitar respostas inovadoras aos problemas sociais, nas mais diversas áreas de atuação de cada entidade.

E mais uma vez, os portugueses responderam à chamada. Graças ao empenho de todos, o programa Mais Ajuda, ao qual o Lidl e a RFM se juntaram, reuniu 150 mil euros. E foi a esta ajuda que surgiram mais de 700 candidaturas, todas elas válidas e merecedoras do apoio do Programa Mais Ajuda.

E destas 700 candidaturas, o júri escolheu 3 IPSS e 3 Startups pelas quais o valor recolhido vai ser distribuído.

A avaliação para a seleção das entidades vencedoras foi feita com base em 5 critérios:

- impacto social

- potencial de crescimento

- equipa

- inovação

- sustentabilidade

São, então, estas as entidades que, a partir de agora, contam com a valiosa ajuda do Programa Mais Ajuda:


Startups

Pixelability - Desenvolvimento de Software, lda

Descrição: A aplicação Happies visa transformar a forma como os terapeutas e técnicos de saúde utilizam as ferramentas digitais, em contexto terapêutico. Atua atualmente sobretudo na área de terapia da fala. A utilização desta ferramenta por um cuidador ou profissional de educação/saúde permite um rastreio precoce e a prevenção de dificuldades articulatórias e fonológicas.

Inovação: Este software inovador permitirá aumentar drasticamente o número de escolas primárias portuguesas, centros de saúde e hospitais, que efetuam este tipo de testes aos seus alunos e utentes. Mais de 700 terapeutas e 8 entidades conseguiram aumentar a eficácia do alcance dos objetivos terapêuticos através desta ferramenta

Impacto social: 12 000 crianças já utilizaram a aplicação com pais ou terapeutas


SPEAK

Descrição: É uma plataforma online desenvolvida para juntar pessoas migrantes, refugiadas e locais a viver na mesma cidade. As pessoas inscrevem-se para aprender e/ou para ajudar outros a aprender uma língua, mediante posterior experiência presencial.

Inovação: Solução online e em rede que os participantes juntam-se motivados em ensinar a sua língua/cultura ou motivados em aprender uma língua/cultura. Nessa experiência comunicam, quebram preconceitos, estigmas e criam amizades, construindo uma rede informal de apoio, que facilita a resolução dos seus próprios problemas.

Impacto social: Comunidade global com 30 000 pessoas espalhadas por cerca de 25 cidades.

The Inventors

Descrição: The Inventors tem como missão inspirar uma nova geração de “inventores”, criando programas educativos para crianças entre os 4 e os 12 anos, permitindo que estas desenvolvam a sua autoconfiança, curiosidade e competências tecnológicas. Tem a ambição de transformar as perspetivas e desenvolver competências, tecnológicas e intangíveis, em todas as crianças que passam pelo sistema educativo.

Inovação: As atividades STEAM implementadas têm um apelo transversal e não se cingem apenas à programação ou robótica – tornam-se mais inclusivas, para crianças com interesses diversos, fazendo com que a taxa de participação feminina seja mais elevada que o habitual (perto de 40%). São as atividades mais criativas e únicas no mercado, assentes em conceitos como “Cria a tua própria guitarra elétrica', 'cria um piano eletrónico' ou 'inventa um robot pintor'.

Impacto social: Mais de 21 000 crianças que já participaram (4 – 12 anos)

IPSS

Acreditar - Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro

Nome do Projeto: Aprender Mais

Descrição: O projeto Aprender Mais, tem como objetivo assegurar a continuidade do processo educativo e o consequente desenvolvimento social e emocional de crianças e jovens com cancro, que tiveram de interromper, por longos períodos, a frequência na escola. Estas são crianças dependentes de professores, educadores de infância, psicólogos e/ou terapeutas voluntários, que assegurem um apoio escolar e atividades lúdico-pedagógicas na casa da família ou via Skype.

Inovação: São utilizadas aplicações e programas que permitem apoiar à distância. A tecnologia permite também tornar as sessões mais apelativas e interessantes para as crianças e jovens.

Impacto social: 40 Crianças e jovens com cancro, entre os 5 e os 18 anos e suas famílias e 500 membros da comunidade escolar portuguesa.


Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas

Nome do Projeto: Miúdos e Graúdos

Descrição: O projeto Miúdos e Graúdos funciona como uma rede de proteção de crianças, incluindo as deficientes visuais e motoras, e caracteriza-se pela ligação dos seus telemóveis, através de uma aplicação de georreferencia, ao Centro. A rapidez no procedimento de participação de um desaparecimento visa revolucionar a forma como irão passar a ser tratados estes casos.

Inovação: O carácter inovador reside na inexistência em Portugal de uma aplicação móvel georeferencial que se destine a otimizar a busca e localização rápida de uma criança desaparecida. Além disso, a aplicação terá como suporte o Comando de Operações da GNR e um centro de atendimento para alertas móveis que estará sediado na instituição, onde será prestado apoio psicológico, social e jurídico às vítimas ou famílias desde a primeira hora do desaparecimento. A solução é tecnologicamente inovadora e única no país.

Impacto social: 2 500 utentes com a aplicação gratuita ativa


Associação de Socorros Mútuos Mutualista Covilhanense

Nome do Projeto: Mutualista com as Crianças

Descrição: Direcionado para o público escolar das zonas rurais e isoladas do concelho da Covilhã, este projeto pretende promover as competências sociais e educativas das crianças, garantindo a equidade e o combate à exclusão social mediante parcerias entre as várias entidades que intervêm nos espaços educativos. O objetivo é garantir uma aprendizagem mais interativa, não sequencial, com recursos pedagógicos apelativos e criativos em duas áreas de intervenção: a Saúde Infantil e o Ambiente.

Inovação: Na vertente ambiental, o projeto pretende testar e validar uma aplicação informática: o “Clean Word”. Assume-se como uma ferramenta educativa sob a forma de videojogo de aventura em 3D, para computador, que poderá também estar disponível para consolas e dispositivos móveis. A inexistência em zonas rurais de ações e medidas de caráter educativo, na vertente da Saúde Infantil e do Ambiente, tornam este projeto pioneiro e inovador.

Impacto social: Vai ajudar cerca de 90 crianças (3 - 10 anos) no concelho da Covilhã


O júri que conduziu a este desfecho foi composto por 5 profissionais, com percurso reconhecido na área da inovação, comunicação, empreendedorismo e impacto social:

Filipe Almeida

É Presidente da Estrutura de Missão Portugal Inovação Social a entidade que assegura a coordenação e a gestão da iniciativa pública Portugal Inovação Social criada com o objetivo de promover a inovação e o empreendedorismo social e dinamizar o mercado de investimento social em Portugal. É docente da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e investigador do Centro de Estudos Sociais e do Centro de Estudos Cooperativos e da Economia Social.

Isabel Figueiredo

É casada e mãe de três filhos, licenciada em história e trabalha na Rádio Renascença, desde 1990 no âmbito da produção de conteúdos, sendo atualmente diretora dos conteúdos religiosos das rádios do Grupo Renascença Multimédia e Adjunta do Presidente do Conselho de Gerência do Grupo. Diretora do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais, desde Maio de 2019, é autora de várias obras, nomeadamente “Vale a Pena Pensar nisto”, “Via Sacra com Maria”, “ Linhas Tecidas com Tempo” e “Natal”, a sua mais recente publicação.

Luís de Melo Jerónimo

É Diretor dos Programas Gulbenkian Coesão e Integração Social e Gulbenkian Sustentabilidade da Fundação Calouste Gulbenkian. É também membro do Board of Directors da European Venture Philanthropy Association e Administrador não executivo da MAZE, uma startup dedicada ao investimento de impacto criada pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Pedro Rocha Vieira

É co-fundador e CEO da Beta-i uma plataforma de inovação colaborativa global baseada em Lisboa desde 2009. É também co-fundador e Managing Partner da LC Ventures, uma das principais gestoras de Capitais de Risco early stage portuguesas, e co-fundador e Board Member da Singularity University Portugal e da Humaniaks. É ainda membro activo de várias organizações nacionais e internacionais como APDC, CIP, COTEC, Allied for Startups e European Startup Network.

Vanessa Romeu

É atualmente Diretora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal. Iniciou a sua carreira no setor das FMCG na Procter and Gamble em Bruxelas, e mais tarde na sua sede em Cincinnati nos Estados Unidos. Regressa a Portugal, para o setor da Comunicação e Media, assumindo mais tarde a Direção de Marketing e Comunicação da SIC onde também foi vice-presidente da SIC Esperança. Em 2013 abraçou o desafio do setor do retalho, onde assumiu a função que desempenha atualmente no Lidl Portugal e tem, entre outras responsabilidade a área de Responsabilidade Corporativa.


A ti, cuja ajuda foi fundamental para este final feliz, MUITO OBRIGADO!

  • Partilha:

Top