Açores dão 150 euros aos residentes que passarem férias no arquipélago

ESTA OFERTA PRETENDE PROMOVER O TURISMO LOCAL E HÁ REQUISITOS MÍNIMOS A CUMPRIR

Jéssica Santos


De forma a promover o turismo local e a mitigar o impacto da pandemia na economia, os Açores avançaram com uma proposta: oferecer até 150 euros por residente a quem passar férias no arquipélago.


Esta oferta abrange todas as viagens que forem realizadas entre 16 de junho e 31 de dezembro de 2020. É uma iniciativa irresistível para muitos açorianos, mas há requisitos mínimos que têm de ser cumpridos:


  • As estadias devem ser de três noites em empreendimentos turísticos, pousada da juventude ou alojamento local, fora da ilha de residência.

  • É também necessário adquirir três refeições em restaurante no valor mínimo de 15 euros por pessoa e da compra de uma "atividade turística" no valor mínimo de 30 euros por pessoa. Estas duas obrigações não abrangem crianças entre os 2 e os 12 anos.

  • O valor máximo de 150 euros é atribuído ao passageiro que optar pelo transporte aéreo, sendo que, no caso das crianças entre os 2 e os 12 anos, a verba baixa para os 100 euros.

  • Se o transporte for feito por via marítima, o limite máximo do apoio é de 100 euros e de 70 euros no caso das crianças entre os 2 e os 12 anos.



Depois é preciso preencher um formulário, num período de 21 dias antes da realização da viagem. Cada pessoa só se pode candidatar uma vez.


Este apoio é pago no fim da viagem, mediante comprovativos das despesas e, após a validação dos documentos, o dinheiro será dado em dez dias.


  • Partilha:

Top