Português é um dos novos membros da Academia dos Óscares

A ACADEMIA DOS ÓSCARES CONVIDOU 819 NOVOS MEMBROS PARA INTEGRAR A ORGANIZAÇÃO

Madalena Costa


Na sequência das questões raciais que têm sido levantadas um pouco por todo o mundo, e principalmente nos Estados Unidos, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood sentiu que tinha também de tomar uma posição relativamente ao assunto.


Com o objetivo de aumentar a diversidade, a Academia de Cinema dos Estados Unidos convidou 819 membros que vão passar a votar anualmente nas várias categorias dos Óscares.



O convite foi enviado para vários cineastas, produtores e atores, femininos e masculinos, oriundos de diversos países, tendo chegado até a um produtor português!


Luís Urbano, produtor dos filmes “Tabu”, “Cartas da Guerra” e “As Mil e Uma Noites”, faz parte da lista de nomes escolhidos para integrar a Academia norte-americana, sendo este convite uma distinção do seu grande trabalho.


Ao lado deste português, juntam-se nomes como Ana de Armas, Eva Longoria, Yalitza Aparicio, Cynthia Erivo, Awkwafina, Zazie Beetz, Zendaya, Constance Wu, Ben Mendelsohn, John David Washington, Olivia Wilde, Florence Pugh, Ari Aster, Matt Reeves, Robert Eggers e Matthew Vaughn, entre muitos outros.


Sempre foi importante dar voz a todas as pessoas e agora parece ser imperativo! Apesar de ficarmos muito orgulhosos de vermos um português ser distinguido internacionalmente pelo seu trabalho, aplaudimos a diversidade e a pluralidade de géneros, culturas e de vozes que vão fazer a diferença na próxima edição dos Óscares.


  • Partilha:

Top