Serra da Estrela é agora um Geopark Mundial da UNESCO

A SERRA DA ESTRELA JUNTA-SE ASSIM AOS GEOPARQUES DOS AÇORES, AROUCA, NATURTEJO DA MESETA MERIDIONAL E TERRAS DE CAVALEIROS

Jéssica Santos


Três anos depois da candidatura, a Serra da Estrela é finalmente um dos geoparques reconhecidos pela UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.


No total, a UNESCO já distinguiu 161 geoparques de 44 países. Em Portugal, para além da Serra da Estrela, também constam na lista os geoparques dos Açores, Arouca, Naturtejo da Meseta Meridional e Terras de Cavaleiros.

Esta distinção vem agora elevar a serra a um patamar global. Além disso, permite também que haja um reconhecimento do turismo interior.



O selo da UNESCO vem reforçar o valor da Serra da Estrela como um território de beleza, sustentabilidade e de preservação da natureza.


A Serra da Estrela entrou nesta lista juntamento com os Geoparks Cliffs of Fundi e Discovery (Canadá), Xiangxi e Zhangye (China), Lauhanvuori-Hämeenkangas (Finlândia), Toba Caldera (Indonésia), Rio Coco (Nicarágua), Hantangang (República da Coreia), Yangan-Tau (Rússia), Djerdap (Sérvia), Granada e Maestrazgo (Espanha), The Black Country (Reino Unido), Dak Nong (Vietname) e Kula-Salihli (Turquia).

Se dúvidas houvesse, a UNESCO dissipa algumas: o que é nacional é bom.


  • Partilha:

Top