Grande Lisboa vai sair da calamidade. Agora a preocupação é outra!

VAI SER PRECISO UM ESFORÇO DE TODOS PARA QUE NÃO HAJA UMA SEGUNDA VAGA

Jéssica Santos


O estado de calamidade, decretado para a região de Lisboa e Vale do Tejo, vai ser revisto na próxima semana. O Expresso avança que as 19 freguesias dos concelhos de Lisboa, Sintra, Amadora, Odivelas e Loures deverão ter medidas menos restritivas no início de agosto.


No entanto, a preocupação recai, agora, sobre o período pós-férias. Bernardino Soares, autarca de Loures, disse ao semanário que vai ser preciso um esforço de todos para que não haja uma segunda vaga.



Os outros autarcas das 19 freguesias também estão preocupados com o regresso às aulas e com a época da gripe.


Reforçar a oferta de transportes públicos, as equipas de saúde pública e reorganizar a gestão regional dos internamentos hospitalares são algumas das propostas que estão em cima da mesa.

Para o regresso às aulas, os autarcas pedem que seja assegurado a aquisição de material informático, que se contrate pessoal docente e pessoal não docente para acompanhar os alunos, que haja uma flexibilização do horário escolar, um maior apoio aos professores e higienização das escolas.

Ainda que nada esteja definido, o regresso às rotinas, no pós férias, requer especial cuidado pela parte de todos porque a Covid-19 não se foi embora.
Agora, é preciso manter o alerta para se evitar uma recaída.


  • Partilha:

Top