Portugal entra de novo em estado de calamidade. O que muda?

PASSAM A ESTAR PROIBIDOS AJUNTAMENTOS DE MAIS DE 5 PESSOAS NA RUA E OS CASAMENTOS E BATIZADOS COM MAIS DE 50 PESSOAS

Madalena Costa


Portugal estava, até esta quarta-feira, em estado de contingência. O aumento significativo do número de infeções por Covid-19 fez com que esta decisão se alterasse.


O Conselho de Ministros decidiu, esta quarta-feira, aumentar o nível de alerta e, por isso, todo o país passa a estar, mais uma vez, em estado de calamidade.


A partir da meia noite desta quarta-feira, os portugueses voltam a ter de cumprir novas medidas de restrição e a situação vai ser, novamente, reavaliada dentro de 15 dias.


Estas são:


- Proibição de ajuntamentos na via pública de mais de 5 pessoas. Esta limitação também se vai aplicar a espaços comerciais e de restauração.


- Limitação de 50 pessoas, no máximo, em casamentos e batizados.


- Estão proibidos os festejos académicos e atividades de caráter não letivo.


- Vai existir um reforço das ações de fiscalização das forças de segurança e ASAE, e ainda as coimas às pessoas que não cumpram as regras de lotação e distanciamento social vão aumentar para 10 mil euros.


Para além disso, o primeiro-ministro indicou ainda que vai pedir autorização ao Parlamento para tornar o uso de máscara obrigatório na rua e ainda a utilização da aplicação “Stayaway Covid”, em alguns setores.


Agora, mais do que nunca, temos de fazer a nossa parte! Não descures o uso da máscara, cumpre as regras de distanciamento social e de etiqueta respiratória. Depende de cada um nós vencer este vírus!


  • Partilha:

Top