Na Lapónia, a terra do Pai Natal, faz-se de tudo para salvar a quadra natalícia

ESTE NATAL, ATÉ A TERRA DO PAI NATAL TEVE DE SE ADAPTAR À PANDEMIA E IMPOR REGRAS E MEDIDAS DE RESTRIÇÃO

Madalena Costa


A Lapónia, na Finlândia, é a terra do pai Natal, das renas, do gelo, das luzes e de alguma da magia desta quadra.


E a verdade é que este país tem sido, ao longo dos anos, o sítio escolhido por muitos para passar o Natal, uma vez que milhares de pessoas rumam à Finlândia para viver esta mágica época do ano. Todos os anos, os visitantes podem conhecer o famoso Pai Natal, a sua casa, andar de trenó e até pescar num lago gelado, entre outras atividades muito características desta época natalícia, neste país nórdico.



Só que, entretanto, a pandemia mudou o mundo. Perante o número acentuado de casos de Covid-19 que se registam nos quatros cantos do mundo, a terra do Pai Natal está a tentar salvar esta quadra.


A região também se viu obrigada a adaptar-se à pandemia, pelo que está a a adotar novas regras e medidas de restrição. Assim, o Pai Natal já não pode ouvir os pedidos das crianças ao colo, uma vez que agora existe um vidro acrílico a separá-los; as máscaras são obrigatórias, tanto para os visitantes, como para o Pai Natal e para os duendes e o distanciamento social é também uma das regras a ser cumpridas.



Apesar de muitas companhias aéreas já terem cancelado milhares de viagens e dos apelos de médicos para se manterem em casa, as regras para visitar a Finlândia apontam para que não seja preciso fazer quarentena ao visitar o país, caso se permaneça por lá apenas três dias. Mas, para entrar é necessário um teste à Covid-19 negativo feito nas 72 horas anteriores à viagem.


Assim, há ainda esperança!


O Natal definitivamente não foi cancelado. Este ano será diferente dos anos anteriores, mas tenho a certeza de que os viajantes que vierem aqui vão certamente divertir-se” afirma Sanna Kärkkäinen, CEO da Visit Rovaniemi - a casa oficial do Pai Natal.


A terra do Pai Natal está a fazer de tudo para que se consiga sentir a magia do Natal, garantido assim que os protocolos de saúde e segurança são seguidos à risca.


  • Partilha:

Top