O Rodrigo faz anos e fomos à caça de tesourinhos!

O RODRIGO GOMES FAZ HOJE ANOS E QUEREMOS QUE CONHEÇAS MELHOR ESTE NOSSO QUERIDO COLEGA


Aquele que já foi o benjamim da RFM é hoje um homem feito e faz anos! E para que se despeça bem desta sua década, queremos dar-lhe os parabéns e contar umas coisinhas sobre este nosso querido colega: o Rodrigo. Ou Rodrigo Miguel… como também alguns de nós o conhecem.



Este rapaz crescido de sorriso aberto, olhos vivos e de resposta rápida e direta nasceu em Lisboa, em 1981, filho de uns pais queridíssimos, a Fernanda e o Vitor, que lhe transferiram, entre outros atributos, um equilibrado sentido de justiça, de lealdade e de amizade.

De quem o Rodrigo gosta nunca fica mal e é a quem ele mais gosta que diz sempre o que tem a dizer. Mal vai a coisa, quando ele nada diz, nem acrescenta comentários!

Seis anos depois de ter nascido, apareceu na vida do Rodrigo uma irmã, a Ana. Sucede que o Rodrigo não achou grande graça ao facto de lhe ter calhado uma irmã e conta-se que, quando lhe perguntavam por ela, ele respondia “Ela dá para jogar à bola? Não dá! Então não gosto!”

O que é verdade é que o sentido de humor e a boa disposição é transversal a toda a família e o “preferido” Rodrigo foi crescendo, gordinho… tem de se dizer, apaparicado pela família.



Acabadinho de sair do curso de Ciências da Comunicação da Universidade Católica veio parar, como estagiário, às mãos da RFM. Aqui se fez homem. De estagiário passou a produtor. De produtor saltou para o microfone. E hoje, faz, juntamente com a Joana Cruz e o Daniel Fontoura, o WI-FI da RFM, um programa de sucesso, a partir das 8 horas da noite.



Também está no Faz Faísca da RTP e, em pleno confinamento, aceitou o desafio de fazer o Jogo da Caixa, também neste canal, com cada um em sua casa, convidados, pivot, tudo. Um desafio e tanto!

Profissional empenhado, com objetivos definidos, proativo e criativo, o Rodrigo é um colega que admiramos e de quem todos gostamos!



Pelo caminho, houve a música. Há sempre música! Tanto que, o Rodrigo, na rádio, está sempre a cantar. Volta e meia, solta, do fundo da sala, um refrão da música que lhe está a passar na cabeça naquele momento. Às vezes, a malta gosta. Outras vezes, aquilo assusta! Seja como for, a música está-lhe também no coração e teve duas bandas: os Soulbizness.

Quem não se lembra do Oh Sugar?! E quem, dos colegas da RFM, não viu um concerto ou dois? Ah pois!!



E depois os THUNDER & CO, com atuações em Portugal e lá fora!



Assentou, amadureceu e, claro… a palavra que vem a seguir é… casou-se!



É pai do Tristão, padrasto do Bernardo e é o melhor pai e o melhor padrasto do mundo nas palavras da bonita mulher Lara.



Hoje, homem de família e caseiro, brinca com os miúdos, canta e anda com a guitalélé sempre atrás. Não cozinha mas é mestre a confecionar (e atenção só o faz 2 vezes por ano!) massa com molho de tomate. Os miúdos pelam-se. Diz que é a melhor massa com molho de tomate do… prédio dele!

Quanto à sua comida preferida é a mexicana e tudo o que leva azeite trufado. Quando não tem, o Rodrigo põe. Nada tem sabor sem azeite de trufas!! E se ele diz... é porque tem razão. Que é também algo que o nosso Rodriguinho gosta muito: ter razão. Às vezes, é preciso uma pessoa munir-se de muitos, muitos, muitos argumentos para conseguir demovê-lo. E demove-se sempre, quando, de facto, entende que a razão pode ser outra. Tem de se dizer a verdade!



Ultimamente rendeu-se ao ténis, que joga sempre que pode. Tem dificuldade em não fazer nada, mesmo quando se encontra confinado.


É um excelente amigo. Confiável. Sabe ouvir. Aconselhar. E sofre com os outros, quando gosta deles.


Temos muito orgulho em ti!

Parabéns, querido Rodrigo!


  • Partilha:

Top