A publicidade da Ryanair que gerou controvérsia: é preciso ser vacinado para viajar?

A RYANAIR USOU A VACINA PARA PROMOVER OS SEUS VOOS E ACABOU POR GERAR ALGUMA CONTROVÉRSIA: É PRECISO SER VACINADO PARA VOAR NESTA COMPANHIA AÉREA?

Jéssica Santos


A perspicácia da Ryanair na sua mais recente campanha publicitária gerou alguma controvérsia e confusão em alguns países, como Itália e Inglaterra. Em Portugal, não teve tanta expressão.


Mas, afinal, do que se trata?
A companhia aérea usou a vacina contra a Covid-19 para promover “um milhão de lugares” a 19,99 euros. Na publicidade, partilhada no site e nas redes sociais da Ryanair, lê-se: “As vacinas estão a chegar, vacina-te e vai”.
E foi esta frase que acabou por gerar algumas dúvidas. Quer isto dizer que só podemos viajar se formos vacinados?



O jornal italiano La Repubblica partilhou no Facebook a campanha publicitária e depressa choveram comentários de pessoas a mostrarem-se a favor e contra esta possível, para já, obrigação.



Também os ingleses se manifestaram, sobretudo no Twitter.



No entanto, não há nada, até à data, na política de privacidade da Ryanair que diga que é preciso ser-se vacinado contra a Covid-19 para viajar.

Além disso, a companhia aérea disse, no final de novembro, ao Irish Times, que, para os voos de curta duração na Europa, não será exigido nenhum certificado de vacinação.


  • Partilha:

Top