As mulheres que revolucionaram a ciência em Portugal

FORAM MUITO À FRENTE DO SEU TEMPO E ABRIRAM CAMINHO A OUTRAS MULHERES NA CIÊNCIA

Jéssica Santos


Desafiaram a sociedade do seu tempo e abriram caminho a outras mulheres na ciência. Foram pioneiras em muita coisa e deixaram uma marca na ciência e no país. Dia 11 de fevereiro comemora-se o Dia Internacional das Mulheres na Ciência e estes são nomes importantes que lutaram no passado pela ciência no feminino do presente.

Adelaide Cabete (1867-1935), médica ginecologista, feminista e sufragista responsável pela fundação da Maternidade Alfredo da Costa. Só iniciou estudos depois de casar e, ao longo da sua carreira na medicina, distinguiu-se no apoio às mulheres grávidas. Em tudo o que trabalhou e defendeu, lutou sempre pela dignificação do estatuto da mulher.



Carolina Beatriz Ângelo (1878-1911), médica, ativista e sufragista foi a primeira em muita coisa. Foi a primeira mulher a operar no Hospital de São José, mas foi enquanto primeira mulher a votar em Portugal que acabou por se destacar e fazer história num país liderado por uma sociedade patriarcal.



Maria de Lurdes Pintassilgo (1930-2004), também conhecida por ter sido a primeira mulher a desempenhar a função de primeiro-ministro em Portugal, formou-se, em 1953, em engenharia químico-industrial, algo inédito à época.


Numa turma de 250 alunos, Maria de Lurdes Pintassilgo era juntamente com mais três pessoas a única mulher do curso. Trabalhou em Portugal e no estrangeiro em diversas empresas e organismos públicos.



Odette Ferreira (1925-2018) foi uma farmacêutica, professora universitária e investigadora portuguesa que integrou a equipa de cientistas que identificou um segundo tipo de vírus da sida, em 1986.


Graças à sua intuição, Portugal foi colocado no mapa da investigação científica sobre o vírus que atemorizou o mundo nos anos 80.



Estas são algumas das muitas cientistas que desafiaram o seu tempo e abriram caminho para que hoje haja espaço para outras mulheres na ciência.


  • Partilha:

Top