É assim que pode ser o "oitavo continente" (sim, isso mesmo) da Terra

O "OITAVO CONTINENTE" É DIFERENTE DE TODOS OS OUTROS E TEM O OBJETIVO DE LIMPAR O LIXO DO PACÍFICO

Jéssica Santos


Estás, neste momento, a questionar-te como é que já vamos no oitavo continente, se na escola só aprendeste seis? Vamos por partes.


Em 2017, foi publicado, no site da Sociedade Geológica da América (GSA), um estudo da crosta terrestre que evidenciava aquilo que já tinha sido proposto em 1995: a existência de um sétimo continente, a Zelândia.

Para se ser considerado um continente, o pedaço de terra deve ter mais de um milhão de metros quadrados, não estar ligado a outros continentes e estar elevado acima da área circundante.

Ora, segundo este estudo, a Zelândia é mais elevada relativamente à crosta oceânica, tem uma geologia distinta, uma área bem definida e uma crosta mais grossa e menos densa do que a crosta oceânica. Além disso, não é um conjunto de fragmentos continentais, mas sim de um só continente, e tem uma extensão de cerca de 5 milhões de quilómetros quadrados.



A única particularidade é que está 94% submerso. A Nova Zelândia corresponde aos picos mais altos deste continente, sendo uma das poucas partes que não se encontra submersa.


Tendo em conta este sétimo continente, que se veio juntar a África, América, Ásia, Europa, Oceânia e Antártida, surge agora um “oitavo continente” diferente de todos estes.

Este “oitavo continente” é fruto do trabalho da arquiteta eslovaca Lenka Petrakova, que venceu com este projeto o “Grande Prémio” de Arquitetura e Inovação para o Mar, do Concurso Internacional de Arquitetura da Fundação Jacques Rougerie.

Trata-se de uma plataforma flutuante autossuficiente que tem como objetivo limpar o lixo marinho na Grande Ilha de Lixo do Pacífico. O “oitavo continente” terá um local de recolha dos resíduos, que estão na água, um centro de reciclagem de plástico e ainda um centro de investigação para profissionais.



Esta plataforma, tal como o nome indica, vai estar na Grande Ilha de Lixo do Pacífico, uma região no Oceano Pacífico, entre o Havai e a Califórnia, que tem uma grande quantidade de lixo acumulado.


É um projeto sem dúvida inovador e inédito que ajudará a combater um dos grandes males do século 21: a poluição dos oceanos.


  • Partilha:

Top