Cristina Ferreira reforça a sua ambição: “Precisava do dinheiro da SIC e da RTP”

A DIRETORA DE ENTRETENIMENTO E FICÇÃO AFIRMOU QUE PRECISAVA DO DINHEIRO DA SIC E DA RTP PARA OS PROJETOS QUE TEM EM MENTE

Madalena Costa


Cristina Ferreira tem agora um novo projeto em mãos, para além das suas responsabilidades como administradora e diretora de entretenimento e ficção da TVI.


A também apresentadora estreou, esta segunda-feira, o programa “Cristina ComVida”, muito semelhante aquele que tinha na SIC.



Foi no final da primeira emissão deste programa, que estava guardado na gaveta há oito anos, que Cristina Ferreira confessou aquilo que ainda lhe falta fazer para que a TVI se torne líder.


Em entrevista exclusiva ao “Jornal de Notícias”, a apresentadora confessou que a grelha da TVI ainda não está como quer e, para tal acontecer, teria de ter o “orçamento da SIC e da RTP”.


No cargo de diretora de entretenimento e ficção da TVI há seis meses, Cristina Ferreira tem em mãos uma “empresa privada que tem de cumprir um orçamento” e, por isso, ainda não consegue colocar em prática os projetos que tem em mente.


No entanto, a diretora e uma das administradoras do canal de Queluz de Baixo afirma que, atualmente, tem a grelha “ideal para ir sonhando com os objetivos” que tem.


Além das declarações que fez à imprensa, a estreia de “Cristina ComVida” ficou ainda marcada pelas lágrimas da apresentadora. Ao ver sobrevoar nos céus um avião com a frase “Cristina: o sonho começa agora”, Cristina Ferreira não aguentou as lágrimas.



O horário de final da tarde da TVI fica assim preenchido com este novo projeto, mas, até ao momento, ainda não vingou nas audiências. A combater com o “Preço Certo”, na RTP1, e com a novela “Êta Mundo Bom”, na SIC, Cristina Ferreira ainda não conseguiu conquistar os espectadores e liderar o horário.


  • Partilha:

Top