Ex-jogador está em coma há 39 anos e a mulher recusa-se a desistir dele

O JOGADOR JEAN-PIERRE ADAMS FICOU EM COMA DEPOIS DE UMA OPERAÇÃO AO JOELHO

Jéssica Santos


Bernardette Adams e o ex-futebolista Jean-Pierre Adams estavam juntos há 13 anos quando a sua vida mudou. O craque internacional foi submetido a uma operação ao joelho que seria simples, mas um erro médico ditou o pior.


Jean-Pierre Adams deu entrada no Édouard Herriot Hospital, em Lyon, no dia 17 de março de 1982, e nunca mais foi o mesmo. Antes da cirurgia foi-lhe administrada uma dose quase letal de anestesia, que fez com que o ex-jogador ficasse com pouco oxigénio no cérebro, levando-o a um coma profundo, do qual ainda não acordou.



Jean-Pierre Adams está há 39 anos em coma e a mulher recusa-se a desistir dele. Bernardette cuida do seu marido, todos os dias, na casa onde vivem, em Nimes, França. Alimenta-o, dá-lhe banho e fala com ele. A mulher do ex-jogador diz à CNN que o marido, apesar de estar em estado vegetativo e não comunicar, consegue respirar, sentir e tossir.


E que quando não é ela a cuidar do marido, ele sente. "Ele sente quando não sou eu a alimentá-lo nem a cuidar dele. São as enfermeiras que me dizem, dizem que ele não é o mesmo. Ele deve reconhecer o som da minha voz também", explica à CNN.

Bernardette recusa-se a desligar as máquinas que mantém o marido vivo e tem esperança de que um dia a sua vida volte a ser como antes. Antes do dia 17 de março de 1982.


  • Partilha:

Top