Enfermeiro mostra o desgaste de combate da Covid-19 com fotografias

HÁ MAIS DE UM ANO A COMBATER A COVID-19, ENFERMEIRO MOSTROU O "ANTES" E O "DEPOIS"

Madalena Costa


Já se passou mais de um ano desde que a pandemia de Covid-19 se instalou no mundo. Milhões de pessoas viram as suas vidas viradas do avesso e, sobretudo, os profissionais de saúde, que já sentem na pele as marcas deixadas, tanto a nível físico como psicológico.


A prova disso mesmo é um enfermeiro espanhol, que partilhou fotografias que mostram o desgaste do combate da Covid-19.


Enfermeiro na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Gregório Marañon, em Madrid, Víctor Aparicio dedicou todo o seu tempo aos doentes e aos esforços que a Covid-19 exigiu e a sua aparência física demonstra bem isso.


Nas fotografias que partilhou, após uma entrevista que deu a um meio de comunicação espanhol, é notória a diferença entre março de 2020 e março de 2021. Os cabelos e a barba castanhos dão agora lugar a um aspeto grisalho, em que as rugas já se veem no seu rosto.


“Sou enfermeiro de UCI [Unidade de Cuidados Intensivos]. Um ano separam estas duas imagens. Penso que a alteração exterior é evidente. Não imaginam a interior” escreveu na sua conta de Twitter.



Com a incidência que a Covid-19 teve em Espanha, que já conta com mais de 75 mil mortos, as condições de trabalho, o sofrimento, a falta de meios, o cansaço e o esforço exigidos levaram este e tantos outros enfermeiros ao extremo.


  • Partilha:

Top