Salvador Martinha é menino para fazer anos hoje!

SALVADOR MARTINHA É MENINO PARA ISTO E PARA MUITO MAIS E FOMOS SABER MAIS COISAS SOBRE ESTE MENINO


Salvador Maria Ferro Pinto de Magalhães Martinha nasceu a 6 de abril de 1983 e se, por acaso, não fosse menino para fazer incrivelmente humor, a “categoria” de menino já estava garantida com a sequência salvador+maria+ferro+pinto+de+magalhães+martinha 😉


Bom... ninguém diria, olhando para esta versão aqui em baixo!


O Salvador Martinha é muitíssimo bem disposto, sorridente a tempo inteiro, cavalheiro, tem sempre uma palav(rinh)a “amiga” e é, nisto estamos todos de acordo, um profissional super talentoso e dedicado. Mas não se fica por aqui! Tem outros talentos!

Dizem fontes amigas e extremamente idóneas que este menino nasceu para jogar à bola. Quer isto, portanto, dizer que hoje podia estar, basicamente, milionário. Oh Salvador, como é que fizemos isto, rapaz? Falhámos em quê? A praia falou mais alto ou foi o humor? Foi o humor, sim senhor!

Saiba-se que este rapaz jogou à bola e de verdade. E saiba-se também que, em certo momento da sua vida, a sua mãe, a escritora Rita Ferro, preferiu o campo à cidade e o Salvador foi viver para longe de Lisboa. Por lá, o Salvador andou na escola e jogou à bola no clube da terra!

Vê se descobres o craque!

E ainda joga!

Dizem as mesmas fontes que o talento para os relvados se mantém em alta!


 


Este homem da cidade, com um jeitão para jogar à bola, com um enorme talento para o humor, fascinado por praia… acabou por viver onde, durante algum tempo? Obviamente no Rio de Janeiro, que é aquela cidade que tem tudo e ainda caipirinhas e música e sol e calor e vagar… porque o vagar atrai o talento. Esta é a verdade! E que melhor sítio para esta maravilhosa comunhão do que o Rio de Janeiro? Nenhum! Esta é, sem dúvida, uma das cidades de eleição do Salvador, onde a cidade, a praia, o lazer e o “malta, hoje é bar aberto” se juntam num só sítio.



Quanto ao humor, temos de dizê-lo, o Salvador é muitíssimo talentoso, altamente profissional e perfecionista, com um super poder para falar com estranhos e com pessoas que não conhece de lado nenhum, ao mesmo tempo que improvisa. Sabe-se, por exemplo, que, certa vez – e, como esta, há centenas de outras histórias – seguia o Salvador, num táxi, com mais amigos e, a dada altura da viagem, desata a falar com o motorista, como se de outro amigo se tratasse, a quem simplesmente contou uma história incrível, cheia de detalhes e de especificidades de todos eles, com toda uma lógica, inventando na hora tudo o que contava sobre todos. Tudo forjado ali mesmo! O senhor ainda hoje acredita que eles eram uma banda de música prestes a atuar no Porto.

Nestes momentos, o Salvador aproveita para, no fundo, viver uma vida que não é a dele nem a dos outros e diverte-se à grande com isso, para além de o fazer como ninguém, com um talento fora de série.



Com um incrível gosto para camisas - giras, mas giras! - o Salvador está, digamos, ultimamente muito dedicado à sua boa forma física. Dizem até que são influências do Pedro Fernandes. Primeiro começou a fazer exercício com o Pedro, depois o mesmo PT, depois o mesmo fisioterapeuta, depois… se calhar ficávamos por aqui… é melhor!

Salvador, força! Estás a ficar impecável! A franja deixa estar como está… pode ser? 😊 Estás muito bem assim!!



Até porque destoavas da tua linda família!



Este humorista de mão cheia foi também o primeiro protagonista de um original português na Netflix, com o “Na ponta da língua”!! O Salvador está connosco, na RFM, no Café da Manhã, e é um prazer enorme trabalhar com ele!



Parabéns, Salvador! Que bom ter-te na nossa equipa!


Somos meninos para te enchermos o Instagram, o WhatsApp e tudo quanto é rede social de parabéns!



Ps: Não nos conformamos por teres esgotado o teu espetáculo "Teremos Sempre Stand-up", no Teatro Tivoli, e nao termos bilhetes!!

  • Partilha:

Top