Albert Ramos-Vinolas - campeão Millennium Estoril Open 2021

6ª edição do Millennium Estoril Open


Albert Ramos-Vinolas é o campeão do Millennium Estoril Open 2021

Venceu Cameron Norrie por 4/6, 6/3 e 7/6 no tie brake.



Depois da cerimónia de entrega de prémios, João Zilhão, diretor do torneio, era um homem satisfeito com todas as exigências e alterações a que esta pandemia obrigou.

A Ana Colaço desceu ao campo para falar com ele no palco principal do ténis em Portugal.

 


Um dos habituais pontos de visita nas edições anteriores, é o espaço da Wilson, onde são encordoadas as raquetes do jogadores do torneio.

Este ano sem público nem contacto direto com os jogadores, a equipa de encordoadores trabalhou longe de olhares curiosos e através de mensagens escritas com os jogadores.

 


2 de maio

Estão encontrados os campeões em pares desta edição: Hugo Nys e Tim Puetz. O monegasco e o alemão derrotaram os britânicos Luke Bambridge e Dominic Inglot por 7-5, 3-6 e 10-3 num encontro que durou 91 minutos

A conquista deste domingo foi a segunda de Hugo Nys e a terceira para Tim Puetz.


Para que todos possam ver os jogos e acompanhar o torneio em altura de pandemia é preciso ter todo o suporte informático a funcionar em pleno para a comunicação social, para os jogadores, para todas as redes sociais.

A Ana Colaço falou com o responsável pela informática num torneio, quase todo digital

Ténis joga-se com raquete, rede, bola e... Wi-Fi


1 de maio:

Este é o dia das meias finais de singulares e de pares.

Marin Cilic (que derrotou Nuno Borges) perdeu frente a Cameron Norrie (que derrotou João Sousa) por 6/7, 5/7. O inglês é assim o primeiro inscrito para a final marcada para amanhã às 16h. Já se sabe entretanto que Albert Ramos-Vinolas é o segundo finalista, uma vez que perdeu frente a Alexandro Fokina.

Já em pares, a vitória de hoje é de Luke Bambridge e Dominic Inglot que venceram Ariel Behar e Gonzalo Escobar. Amanhã, a partir das 13h, os ingleses vão entrar em campo frente a Hugo Nyz e Tim Puetz

Vê aqui o cartaz com os resultados


Dia 30 de abril:

Esta sexta feira foi dia de quartos de final. Entraram em campo: Albert Ramos-Vinolas, Corentim Moutet, Christian Garin, Cameron Norrie, Marin Cilic, Kevin Anderson, Ugo Humbert e Alexandro Fokina.

Um deles vai ser o campeão do Millennium Estoril Open deste ano.

Vê aqui o cartaz dos jogos para esta 6ª feira


Num torneio sem público no recinto, é preciso mostar o que se joga no Clube de Ténis do Estoril através das redes sociais. Filipa Caldeira, responsável pela comunicação e social media do torneio, abre o jogo e mostra como a edição deste ano já chegou a muito mais gente do que se tivesse as portas abertas.

Também já acompanhas tudo, por exemplo, no instagram do Millennium Estoril Open?

Ana Colaço com Filipa Caldeira: como mostrar todo o open nas redes sociais


Dia 29 de abril:

O dia começou com uma lesão no adutor esquerdo de Richard Gasquet e o jogador francês teve de desisitir frente a Christian Garin.

Vamos ver quem vai continuar no Estoril depois dos jogos desta quinta feira.

Presença obrigatória no torneio, é o apoio médico - aos jogadores e ao staff que se encontra no recinto. A fazer com que tudo corra bem está o Hospital da Luz que conta com 3 pólos, 2 deles no Clube de Ténis do Estoril, onde se desenrola o torneio e outro no Hotel onde se encontram os jogadores.

A Ana Colaço falou com o Dr Rodrigo Moreira que conta tudo já a seguir

 


Dia 28 de abril

Foram precisas 2h27m para Marin Cilic vencer a revelação portuguesa Nuno Borges. 6/7 (5), 6/4 e 6/4 foi o resultado da partida do dia desta 2ª ronda do Millennium Estoril Open.

O croata Marin Cilic, ex-número 3 e atual 42, vai seguir em frente no open

Em tempo de pandemia, e sem jornalistas no recinto, a Ana Colaço falou com Pedro Keul, responsável pelo gabinete de imprensa para saber como tudo se processa

 


Dia 27 de abril:

Hoje foi dia de João Sousa dizer adeus ao torneio - o vimaranense não aguentou Cameron Norrie que precisou apenas de 2 sets para vencer ao melhor jogador de ténis português. 6-1, 6-3 para o inglês que é também companheiro de Sousa em pares.

Logo a seguir à derrota de João Sousa, Ana Colaço falou com Frederico Gil, primeiro jogador português a chegar a uma final no Estoril Open, em 2016, e com Nuno Chaves, actual narrador dos jogos

 


Dia 26 de abril:

3 dias, 3 vitórias para Nuno Borges, o atual 331 do rankking ATP, nascido na Maia, segue para a 2ª ronda do quadro principal do Millennium Estoril Open porque venceu esta 2ª feira Jordan Thompson (61 ATP).

Já Joao Sousa, em pares, com Cameron Norrie, ficou pelo caminho ao perder frente a Austin Krajicek e Oliver Marach, por 7-6 (7/4), 4-6 e 9-11, ao cabo de 1h50 de encontro.

Amanhã é dia de João Sousa voltar a entrar em campo com Cameron Norrie mas desta vez frene a frente, num jogo de singulares.

Vê aqui o horário dos jogos:



Logo de manhã, a Ana Colaço falou com João Zilhão sobre o torneio que se realiza de uma forma histórica.


João Zilhão no arranque oficial do Millennium Estoril

Também muito satisfeito com a possibilidade de se voltar a jogar ténis no Estoril, está Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, aqui com Ana Colaço

 

Dia 25 de abril:


Hoje foram encontrados os jogadores que passam para o quadro principal - Nuno Borges (331º ATP) junta-se a 3 espanhóis: Jaume Munar, Carlos Alcaraz e Pedro Martinez.


Para trás ficou Pedro Sousa, João Domingues e Frederico Silva.


No final do dia a Ana Colaço esteve com Miguel Seabra, em pleno court central e fizeram o balanço deste fim de semana de qualifying. Vê aqui:


 

Dia 24 de abril:


Primeiro dia de qualifying.


O dia começou com a estreia vitoriosa do português Nuno Borges frente ao inglês Liam Broady e terminou com outra vitória lusa - Frederico Silva venceu Brandon Nakashima


Já Pedro Sousa foi derrotado pelo suiço Mac_huesler e João Domingues também foi afastado do torneio pelo espanhol Carlos Taberner


Vê aqui os resultados do primeiro dia de qualifying:


Quanto ao sorteio do quadro principal, realizado este sábado, ditou que João Sousa, campeão de 2018, vai jogar frente a Cameron Norrie (58º ATP) que por sinal, é o seu parceiro nos jogos de pares.


Denis Shapovalov (14.º ATP), Cristian Garin (22.º), Ugo Humbert (31.º) e Kei Nishikori (39.º) são os quatro primeiros cabeças de série que ficaram isentos da ronda inicial.


Alexander Bublik (quinto) e Marin Cilic (sexto) têm de aguardar pelo desfecho do qualifying deste fim de semana. Albert Ramos-Vinolas é o sétimo pré-designado e defronta o compatriota Fernando Verdasco, situação semelhante à de Alejandro Davidovich Fokina, oitavo favorito que foi a sensação da edição de 2019 e terá pela frente Pablo Andujar.


Frances Tiafoe, o finalista da edição de 2018, defronta Kevin Anderson, e o vencedor desta partida vai jogar frente a Kei Nishikori. Já Richard Gasquet, campeão da primeira edição (em 2015), vai ter pela frente o argentino Juan Ignacio Londero e o vencedor será o primeiro adversário de Cristian Garin, chileno que é o segundo favorito e procura, na terra batida do Clube de Ténis do Estoril, o segundo título do ano.


Dia 23 de abril:

A Ana Colaço já esteve junto ao court e viu que, mesmo de uma forma diferente, está tudo pronto para começar o torneio...

 


Apesar de, este ano, se realizar sem público, o Estoril Open conta com grandes novidades e estreias. Um elenco de luxo vai marcar presença no Clube de Ténis do Estoril, entre os dias 24 de abril e 2 de maio.

Este elenco recordista e diversificado incluiu tanto jovens e veteranos, destacando-se as estreias de Diego Schwartzman (9 do ranking ATP) e Cristian Garin (20 ATP) e os regressos de Gael Monfils (14 ATP), sem esquecer Richard Gasquet (vencedor em 2015) e João Sousa (campeão em 2018).

Pablo Carreño-Busta (15 ATP e campeão da prova em 2017) e Fabio Fognini (17 ATP) estavam agendados para o torneio mas acabaram por desistir.


Vê aqui o cartaz dos jogos para este sábado, dia 24 de abril



Como a altura que vivemos exige redobrados cuidados, todos os jogadores, bem como os acompanhantes e os elementos ligados ao evento, vão ser testados e terão circuitos de circulação separados.


Sem a presença habitual das 42 mil pessoas, as mais de 1000 horas de transmissão televisiva e as ações nas diversas plataformas digitais do Millennium Estoril Open vão poder ser acompanhadas à distância.

E, claro, vais poder acompanhar e ouvir tudo na tua RFM!


Apesar da distância, tanto dentro como fora do court no Clube de Ténis do Estoril, os maiores aficionados do ténis vão poder, finalmente, voltar a assistir à tão esperada sexta edição do Estoril Open.


Créditos de imagens: Millennium Estoril Open


  • Partilha:

Top