Grandes músicas seguidas de grandes músicas, sem palavra. Sem paragens. A pensar nas tuas noites.