Trabalham apenas 4 dias por semana e tornaram-se mais felizes e produtivos

A EXPERIÊNCIA ACONTECEU NA ISLÂNDIA, DURANTE 2015 E 2019, E OS RESULTADOS DEMONSTRARAM AGORA UMA MAIOR FELICIDADE E PRODUTIVIDADE

Madalena Costa


Já te imaginaste a trabalhar apenas quatro dias e descansares nos outros três dias da semana? Por cá, essa ainda não é a realidade, mas, na Islândia, a conversa é outra!


A Câmara Municipal de Reiquejavique e o governo islandês testaram, entre os anos 2015 e 2019, semanas de trabalho com menos horas. Ora, o resultado traduziu-se em mais felicidade e produtividade dos islandeses, uma vez que passaram a trabalhar menos horas durante a semana e ganharam mais tempo de qualidade com aqueles que lhes são mais próximos.


A experiência, que resultou num “enorme sucesso”, contou com 2500 trabalhadores de diferentes áreas, que passaram a trabalhar então quatro dias por semana em vez dos habituais cinco e aqueles que trabalham por turnos viram as horas semanais serem reduzidas. A melhor parte é que o salário se manteve igual mesmo com todas estas mudanças.

Com isto, os trabalhadores passaram a ter um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, conseguindo desta forma ter mais tempo com a família e ter experiências novas fora do trabalho.


Os resultados foram analisados pela Associação pela Sustentabilidade e Democracia da Islândia e pelo grupo Autonomy, e demonstraram que, com esta redução de horário, os islandeses sentiram “um maior bem-estar, melhoraram a relação vida-trabalho e um maior espírito de cooperação no trabalho — tudo isto enquanto mantinham os padrões existentes de desempenho e produtividade.”


As melhorias alargaram-se também aos patrões das empresas, que saíram beneficiados com a produtividade dos trabalhadores, que ficaram menos stressados e ansiosos no seu dia-a-dia.


O sucesso desta experiência já está a ser alargado a outras empresas da Islândia e até outros países. No caso da Islândia, já são vários os sindicatos a pedir menos horas de trabalho, sendo que, pela Europa, também a Espanha está a testar semanas com menos dias de trabalho.


  • Partilha:

Top