A RFM nos Caminhos de Santiago com o Clube Escape Livre

A aventura liga Trancoso a Santiago de Compostela em trilhos fora de estrada durante 5 dias em pleno ano jabobeu

ANA COLAÇO


Em pleno ano jacobeu, a RFM aceitou o desafio do Clube Escape Livre e fez a Mercedes Benz 4MATIC Experience - Caminhos de Santiago.


A piloto Ana Colaço e a co-piloto Ana Margarida Oliveira partiram de Trancoso para uma aventura fora de estrada no dia 2 de outubro e chegaram a Santiago de Compostela no dia 4 de outubro, em pleno ano jacobeu, com a Porta Santa da Catedral aberta.


Pelor montes e vales passaram por cenários incríveis, visitas inesquecíveis e muitas oportunidades para pôr à prova a condução fora de estrada.

Uma aventura vivida num momento histórico em Santiado de Compostela - para além de estarmos em pleno ano jacobeu - que se celebra sempre que o dia dedicado ao apóstolo Santiago, dia 25 de julho, calha a um domingo - é a primeira vez que a Porta Santa da Catedral se abre durante 2 anos de festividades devido à pandemia.




Dia 1 - 2 de outubro

Trancoso - Ribeira de Pena


Neste dia, a etapa passou pela Capela de Santo Estêvão e Nossa Senhora ao Pé da Cruz, foi a Sernancelhe e ao Santuário de Nossa Senhora da Lapa. Visitámos o Mosteiro de São João de Tarouca e passámos na torre medieval de Ucanha. Depois do almoço em Lamego, a caravana de mais de 40 carros seguiu para a queda de água Fisgas do Ermelo.

A etapa terminou em Ribeira de Pena.

Ao longo do percurso vamos contar-te várias histórias, curiosidades e tradições ligadas aos Caminhos de Santiago.


Tiago foi um dos Apóstolos de Jesus Cristo que teve como missão evangelizar o fim do mundo que, na época, era a zona da Península Ibérica, o local onde a terra acaba e o mar começa, a Finisterra, tal como se chama uma cidade da Corunha, na Galiza. Tiago acabou por voltar para Jerusalém, onde morreu mártir. Dois dos seus discípulos quiseram sepultá-lo nos confins da Galiza, por onde andou a espalhar a palavra de Jesus e assim se iniciou uma viagem por mar até Padrón, também na Galiza.

Continua...



Dia 2 – 3 de outubro


Ribeira de Pena – Viana do Castelo


Esta etapa passa por Nossa Senhora do Viso e depois Agra. Pela hora do almoço, a caravana visita o Santuário de São Bento da Porta Aberta. De tarde, visitamos o Santuário de Nossa Senhora da Abadia e ainda o Mosteiro de Tibães. Este dia termina em Viana do Castelo.


Santiago

Chegado o corpo de Santiago a Padrón, os discípulos depositaram-no numa rocha que foi cedendo até se tornar no sarcófago santo. O objetivo era visitarem a rainha Lupa que dominava, na altura, toda a região onde hoje é Compostela, para pedir terras para sepultar Santiago.

A rainha enviou bois para puxar o carro até ao local onde seria sepultado. Sucede que os animais bravos pararam onde quiseram e conta a lenda que Santiago terá sido enterrado nesse sítio.

Depois, com guerras, batalhas e com o passar do tempo, o local do sepulcro acabou por ser esquecido. Só muito mais tarde, talvez por volta dos anos 800, se voltou a encontrar o sítio.

Continua…



Dia 3 – 4 de outubro

Viana do Castelo - Santiago de Compostela


Logo pela manhã, subimos ao Monte Santa Luzia, em Viana do Castelo. Depois, em trilhos fora de estrada, com vistas fantásticas e muita perícia na condução, seguimos para o Mosteiro de São João de Agra. O almoço foi em Vila Nova de Cerveira. De tarde, passamos a fronteira para Espanha e andamos entre subidas e descidas a testar travões, motores e suspensões até ao Mosteiro de OIA mesmo junto ao mar.

A chegada a Santiago fez-se debaixo de chuva mas já com a catedral sem andaimes nem obras, pronta para receber os peregrinos em ano jacobeu.

Depois do jantar fez-se uma caminhada de vários kms entre o hotel e a catedral onde voltámos no dia seguinte para a missa do bota fumeiro que fecha esta viagem pelos caminhos de Santiago



Santiago


O ermita Playo viu, em certa noite, muitas estrelas subirem ao céu, de uma forma intensa e fora do normal. Aparentava-se a um campo de estrelas, contara. Aproximou-se do local. E era esse o lugar. Era esse o lugar da sepultura esquecida, pelas guerras e pelo tempo. Ali estava Santiago. "Campo de estrelas" veio a dar "Compostela".

Santiago de Compostela.


  • Partilha:

Top