Este Natal, vamos dar Mais Ajuda!

Este Natal, junta-te à RFM e ao Lidl. Juntos, vamos dar Mais Ajuda a promover a igualdade de oportunidades, através da Educação


Todos os meses, o Manuel sabe que tem de fazer ginástica para que o dinheiro chegue ao fim do mês. O Manuel vai fazendo vários trabalhos, que o vão ajudando a gerir as despesas. Não é uma vida fácil, e por isso, o Manuel tem dado por si a pensar que se tivesse conseguido estudar mais, poderia ter um emprego mais estável. Já pensou que se pudesse voltar a estudar, para ganhar competências, a realidade dele poderia melhorar. A pergunta que lhe salta à cabeça, nestes momentos é: como fazer?


A Matilde trabalhava numa empresa têxtil que, devido às dificuldades provocadas pela pandemia, teve de fechar. A Matilde ficou sem trabalho, e pensou aproveitar o momento para ganhar competências e encontrar trabalho noutra área. Mas desempregada e sem recursos de se inscrever num curso que lhe possibilite ganhar essas competências, fica difícil.

O Francisco vive numa grande cidade e toda a vida trabalhou na mesma empresa, mas ao fim de 22 anos, a vida deu uma volta: o desemprego bateu-lhe à porta. O Francisco recusa-se a baixar os braços. Sempre teve curiosidade pela área de programação e gostava de investir num novo percurso profissional nesta área. Mas como fazer isso?

A Ana tem uma vida de trabalho. Não é a área em que sempre sonhou trabalhar, mas nunca se queixou. Ciências Sociais era o percurso que queria ter seguido, mas a vida levou-a a ter de interromper este percurso. Aos 55 anos, a Ana entende que está na altura de retomar o seu sonho. A Ana quer voltar a estudar, mas há uma questão à qual não consegue responder: como fazer?


Estas são algumas realidades de que todos nós temos conhecimento: a limitação no acesso ao mercado de trabalho ou a dificuldade em manter-se a trabalhar, decorrente de falta de formação adequada. E sabemos destas realidades porque vemos nas notícias, ou porque algum amigo, familiar, conhecido nosso ou de algum colega de trabalho está a viver ou já viveu uma realidade semelhante.


E nós podemos ajudar a fazer a diferença na vida destas pessoas.


Como?

Ajudando IPSS e Startups que potenciam oportunidades para as pessoas - que estão a viver uma realidade destas, ou semelhante - poderem ganhar competências para abraçar novos desafios profissionais.

Os projetos vencedores serão focados na área da Educação, com o objetivo de promover uma participação mais ativa na sociedade. São para estas IPSS e Startups que o programa Mais Ajuda irá contribuir, com a tua ajuda, este Natal.

Como nos anos anteriores, quanto maior for o envolvimento dos portugueses, Mais Ajuda vai ser reunida para quem mais precisa. No Natal de 2020, com a tua ajuda, a RFM e o Lidl conseguiram reunir 333 mil euros, que o programa Mais Ajuda entregou a 10 projetos que proporcionam vidas mais felizes a milhares de idosos.



A RFM já foi às compras, com a Carolina Camargo e com a Ana Colaço!

Vê aqui!


 


Este Natal, contamos contigo para, mais uma vez, darmos Mais Ajuda, que vai fazer uma grande diferença nas vidas de quem mais precisa.


No Natal de 2021, a RFM e o Lidl querem dar Mais Ajuda a 5 IPSS e a 5 Start Ups que promovam a educação – em qualquer faixa etária – proporcionando uma maior igualdade de oportunidades.

A forma de ajudar, já a conheces: até 31 de dezembro, por cada talão de compras com, pelo menos, um produto Deluxe, nas lojas Lidl, 20 cêntimos revertem para o programa Mais Ajuda.


Depois de avaliar todas as candidaturas de IPSS e de Start Ups, a partir de janeiro de 2022, o programa Mais Ajuda vai distribuir a ajuda dos portugueses por 5 IPSS e por 5 Start Ups que atuam na área da Educação para a igualdade de oportunidades.


  • Partilha:

Top