"A guerra na Ucrânia é um crime": piloto russo manifesta-se contra a guerra e é aplaudido

DEPOIS DA ATERRAGEM, PILOTO DECIDIU DAR VOZ ÀQUILO QUE ACHA SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Jéssica Santos


Os passageiros deste voo foram surpreendidos com a mensagem emitida pelo piloto, depois da aterragem. O piloto, de nacionalidade russa, fez questão de se manifestar contra a guerra na Ucrânia e ninguém ficou indiferente à sua mensagem.


O avião que é da companhia low-cost russa Pobeda tinha acabado de aterrar na Turquia. O piloto dirigiu-se ao altifalante e deu voz àquilo que considera ser um "crime". "Estimados clientes, fala o vosso capitão. Falo em meu nome e não em nome da companhia. Acredito que a guerra na Ucrânia é um crime. Não devemos continuar com esta guerra, temos de terminá-la imediatamente. Não apoiem este derrame de sangue", disse.


O discurso foi primeiramente emitido em russo e depois traduzido para inglês. Os passageiros não ficaram indiferentes e, no final, fizeram questão de aplaudir o piloto. O momento foi gravado e já está a circular nas redes sociais.


  • Partilha:

Top