Bebé deixa de respirar durante voo e enfermeira reformada salva-lhe a vida

TAMARA PANZINO É ENFERMEIRA REFORMADA E SALVA A VIDA DE UM BEBÉ NUM AVIÃO


Foi durante um voo da Spirit Airlines, de Pittsburgh para Orlando, nos Estados Unidos, que uma criança parou de respirar.

Tamara Panzino, uma ex-enfermeira, correu para a parte de trás do avião quando, sentada a ler um livro e de auriculares postos, ouviu uma assistente de bordo dizer que havia uma criança sem respirar.


Tamara contou à WESH, citada pela CNN Portugal, o que sentiu quando foi socorrer a criança: “Não sabia com o que ia lidar”, disse Panzino à WESH. “Vi uma criança. A cabeça estava caída para trás. E os lábios azuis... E o meu coração simplesmente parou.”


Com a ajuda do pai do bebé, Panzino fez uma massagem cardíaca para que o bebé reagisse: “Ele segurou-o enquanto eu fazia uma massagem cardíaca, uma espécie de abanão agressivo no peito. Para fazer com que o bebé reaja, beliscando-o. Tentando fazê-lo chorar ou respirar fundo”, explicou Panzino à WESH.



Não foi preciso reanimação cardiorrespiratória e o bebé foi recuperando a cor. “O bebé ia ficar bem. A cor regressou. Ouvi sons respiratórios. Ouvi um batimento cardíaco. Oh, meu Deus, alívio total.” contou a enfermeira reformada.

A companhia aérea agradeceu a Tamara: “Estendemos a nossa mais profunda gratidão a Tamara por ter vindo em auxílio [dos] nossos passageiros, e aplaudimos a nossa tripulação pela sua resposta rápida”.


O susto foi grande, mas em poucos minutos percebeu-se que ia correr tudo bem.



  • Partilha:

Top