E a lenda do vinho do Porto... conheces?


Conta-se que, algures no século 17, um barco, carregado de pipas com vinho do Porto, partiu do norte de Portugal, como era normal, em direção ao também usual destino, Inglaterra.


Quando passava perto da costa francesa foi atacado por piratas. O comandante do barco português foi tão hábil que conseguiu escapar ao ataque dos corsários franceses.



Só que fez um desvio de tal forma grande que os ventos acabaram por arrastá-lo muito mais para oeste do que desejava.


Afastou-se totalmente de Inglaterra e, sem querer, foi dar à Terra Nova, onde é atualmente o Canadá.




Aportou em Saint John’s, Newfound Land (Labrador), e por lá ficou todo o inverno à espera que o mar revolto e invernoso acalmasse para voltar à Europa.


Com o navio e com a tripulação, também ficaram as pipas cheias de “vinho do Porto” no frio ambiente do Canadá.



Chegada a Primavera, o capitão fez-se ao mar e rumou a Inglaterra, o seu destino inicial, muitos meses antes.

Sucede que, em Inglaterra, quem provou este vinho do Porto – repousado em terras canadianas durante todo o inverno – afirmou que o seu sabor estava muito melhor do que todos os anteriores.


Então, a família que produzia este vinho – os Newman – resolveu, a partir daquele momento, amadurecê-lo no Canadá, durante os meses de inverno.



Verdade, mentira, lenda ou mito, existe uma cave em Saint John’s, no Canadá, onde se diz que o vinho do Porto Newman repousava, durante o frio inverno canadiano, para depois ser comercializado em Inglaterra.





E pronto... para além do bacalhau ligar Portugal à Terra Nova, o vinho do Porto desta marca parece que também :)


A propósito da lenda, fica aqui uma vista de Saint John’s, no Canadá… bem giro para uma visita, um dia, quem sabe.


Saúde!!




  • Partilha:

Top