A quem é que deste isto, este Natal?

O tempo este Natal
Vou fazer-te uma pergunta!
Quando foi a última vez que disseste a alguém que não tens tempo?
Ontem?
Há um bocado?
Agora mesmo?
Somos capazes de dizer isto vezes de mais!
Reféns do tempo. Enredamo-nos na rotina.
Prendemo-nos em casulos comandados pelas horas.

É como se a vida se resumisse a “agendas”.

Deixas-te levar pela corrente... Não paras.

Não paras para ter tempo porque não tens tempo para ter tempo…

Quantas vezes não ficas desconfortável quando respondes que não tens tempo?

Faz-te essa pergunta!

Alguém disse uma vez “se te arrependeres de alguma coisa que seja porque a fizeste”…


A vida é rápida, dura, exigente.

Sempre que dizes que não tens tempo estás a admitir que há alguma coisa mais importante para fazer que estás a deixar para trás.

A quantas festas de Natal dos teus filhos não foste?

Quantas vezes cancelaste aquele café prometido ao amigo que precisa de ti?
Quantas vezes adiaste o jantar com os teus pais?
Sempre, porque te falta tempo… sempre

O tempo que perdes a comprar presentes… não é tempo que passas com os outros

Dares-te aos outros não é dares presentes… é estares presente.

Dá o teu tempo.

Se tivesses “esse” tempo, a quem o davas? Com quem o passavas? A quem o oferecias?

Pensa nisto…! Não leva muito tempo 😊!

A família, os amigos, os que estão mais sozinhos….

Dá-lhes o teu tempo. Dá-te!

Esse é que é o presente. O teu presente de Natal.


  • Partilha:

Top