Joss Stone no MEO Sudoeste

Joss Stone entrou no palco MEO para transmitir boas "vibes" aos festivaleiros. Descalça cantou músicas mais recentes e mais antigas como "Right To Be Wrong". No fim do concerto para partilhar mais amor com o público ofereceu girassóis.

É obcecada por música soul desde a infância. E quando entrou na adolescência só queria aprimorar os seus dotes vocais em comparação com a sua maior referência e umas das grandes vozes do século: Aretha Franklin. O treino trouxe resultados e Joss Stone foi para estúdio com apenas 15 anos de idade, já cheia de certezas quanto à sua vocação.

Em 2003 “The Soul Sessions” viu a luz do dia e tanto o público como a crítica já não tinham dúvidas, tendo em conta as várias nomeações para prémios e colaborações com nomes como James Jeff Beck, Sting, Mick Jagger, entre outros. Joss é um espírito livre, sempre em busca de novos desafios, e isso é algo que fica bem evidente quando se olha para os últimos passos da sua carreira. Em 2015 editou o disco “Water for Your Soul”. Este registo mostra uma Joss enamorada pelo reggae (foi mesmo considerado o melhor disco de reggae da Billboard nesse ano). Além do reggae, há também muita música do mundo, hip hop e um pouco de r&b. Entretanto, Joss embarcou no projeto mais desafiante da sua carreira até ao momento: atuar em 200 países, levando a sua música a todo mundo (literalmente!).

Vai passar por Portugal, claro, dia 10 de agosto no Palco MEO do MEO Sudoeste.


  • Partilha:

Top