Já podes levar o teu cão à praia!

A PRAIA DOS PESCADORES, EM PAÇO DE ARCOS, VAI PASSAR A AUTORIZAR A PERMANÊNCIA DE CÃES QUE ACOMPANHAM OS DONOS, NO AREAL

Madalena Costa


Os amantes de cães gostam de os levar para todo lado. E a praia não é exceção! Até então eram raras as praias concessionadas que permitiam a entrada de animais, mas isso está prestes a mudar.


A Câmara de Oeiras está a desenvolver várias iniciativas de política animal e uma delas é uma praia “pet-friendly”, ou seja, “amiga dos animais”.



Isto quer dizer que, a partir de 27 de junho, a praia dos Pescadores, em Paço de Arcos, vai receber os cães que acompanham as pessoas que queiram ir apanhar sol e estender a toalha no areal.


Como em muitas outras iniciativas, esta também envolve regras. À entrada da praia, os donos dos animais devem prestar atenção à sinalética, que indica a zona limitada onde podem permanecer com os seus patudos. Para além disso, a praia vai ter também dispensadores de sacos para dejetos, bebedouros e uma limpeza regular.


Cabe ainda aos donos levar os animais com coleira ou peitoral, e açaime ou trela, e a obrigação de recolher os dejetos caninos, para além de que devem ter consigo o Documento de Identificação do Animal de Companhia (DIAC) ou Passaporte do Animal de Companhia (PAC).


Os cães de raça potencialmente perigosa têm também lugar no areal, mas têm de ter um açaime funcional, que não permita comer nem morder, e a trela deve ser curta, que deve estar fixa a uma coleira ou peitoral. Os donos não se podem esquecer de levar consigo um documento que comprove que os animais estão registados, que é emitido pela Junta de Freguesia respetiva, para além de que têm de ter um seguro de responsabilidade civil.


De entre as regras, há também exceções! Nesta praia, não vai ser permitido a permanência de animais feridos ou doentes, que estejam com o cio, grávidas e a amamentar.


Em dias de maior calor, com frio ou chuva, não é aconselhável que os donos levem os seus animais a dar um passeio, uma vez que os patudos sofrem igualmente como nós em condições climáticas mais adversas.



Com esta iniciativa, o município pretende criar uma maior convivência entre as pessoas e os animais, estando a ter em conta os cuidados necessários para que todos aqueles que não simpatizem com cães se sintam seguros e descansados numa ida à praia.


  • Partilha:

Top