Natal em família? Nobéis da economia sugerem nova quarentena

FALTAM 86 DIAS PARA O NATAL E SERÁ QUE VAMOS PODER PASSAR O NATAL EM FAMÍLIA? NOBÉIS DA ECONOMIA SUGEREM UMA NOVA QUARENTENA

Jéssica Santos


2020 está a ser um ano atípico para todos nós, dada o contexto pandémico, e também está a passar a voar. A sensação que temos é que ainda estamos em março, mas a verdade é que faltam 86 dias para o Natal e muito se tem questionado sobre como vamos celebrar esta quadra.


Será que vamos poder partilhar a ceia de Natal, à volta da mesa, com a família toda reunida? Vale mais prevenir do que remediar e para Esther Duflo e Abhijit Banerjee, reconhecidos com o Nobel da Economia em 2019, a solução passa por ficar de quarentena de 1 a 20 de dezembro.



"Ninguém quer ser o Grinch que roubou o Natal, especialmente um presidente [Emmanuel Macron] que pretende ser reeleito. No entanto, ao ritmo a que as coisas estão a ir, a hipótese de quarentena generalizada precisamente por volta das férias de final de ano não pode ser descartada", afirmam Esther Duflo e Abhijit Banerjee, em declarações ao “Le Monde”.


A sugestão aplica-se a França, dado o aumento abrupto do número de infetados pelo coronavírus.

Trata-se de um esforço coletivo para salvar o Natal, na opinião de Esther Duflo e Abhijit Banerjee, que por si só já vai ser diferente do dos anos anteriores e jamais esquecido.


  • Partilha:

Top