Portugueses são mais extrovertidos a conversar e a fazer amigos online

UM NOVO ESTUDO INDICA QUE 30% DOS PORTUGUESES AFIRMAM QUE CONVERSAM E FAZEM AMIGOS MAIS FACILMENTE ONLINE

Madalena Costa


Atrás de um ecrã de telemóvel ou computador, a timidez e introversão de muitas pessoas são capazes de desaparecer em instantes.


Com a ajuda de várias aplicações de mensagem e até de encontros, das redes sociais e de fóruns onde vários assuntos estão em cima da “mesa”, os portugueses afirmam que conseguem fazer mais amigos online e conversar mais abertamente.


Um estudo recente da Kaspersky contou com várias pessoas de diferentes nacionalidades e alguns portugueses fizeram também parte. Segundo os resultados, 30,4% dos portugueses revelam que se sentem mais confiantes quando estão a conversar ou a conhecer alguém no mundo digital do que quando se relacionam na vida real.



Aquilo que em muito contribuiu para esta tendência cada vez mais crescente foram a pandemia de Covid-19, que se instalou pelo mundo, e também o distanciamento social.


Com a adoção de novas medidas de restrição no dia a dia, muitos portugueses acabaram por utilizar mais as redes sociais e os telemóveis para contactar com os amigos e os familiares. A partir daí, as novas relações que começaram a estabelecer tornaram-se cada vez mais facilitadas pelas plataformas online.


No entanto, as redes sociais e o contacto digital não têm apenas benefícios. Os relacionamentos feitos online acabam também por fazer com que muitas pessoas se sintam ainda mais sozinhas, isoladas e sós, já que não têm a tendência para estabelecer contacto pessoalmente.



A verdade é que o digital continua a aproximar-nos, mas também pode gerar algum distanciamento. Por isso, tenta equilibrar os teus relacionamentos tanto online como offline para retirares os melhores benefícios dos dois mundos.


  • Partilha:

Top