O café popularizou-se no mundo graças à aprovação de um Papa

FICA A SABER A ORIGEM E A POPULARIDADE QUE ESTA BEBIDA GANHOU EM TODO O MUNDO


Hoje em dia, há quem não passe sem uma chávena de café – ou duas ou até três! Existem também aqueles que não apreciam assim tanto a bebida e, por isso, dispensam-na com mais frequência. Mas, para os amantes eternos de café, este é um salva-vidas. E, por acaso, já pensaste como e onde é que ele surgiu e até como conquistou o lugar que hoje tem em todo mundo?

Esta semana, celebrou-se o Dia Mundial do Café, a 14 de abril, e fica aqui a história desta bebida.


Tudo começou na Etiópia, pelo menos, vários estudiosos dizem que é de lá que o café é nativo. Na origem do café, existem vários mitos e lendas associados como, por exemplo, um que remonta ao século XIII. Conta a história que o pastor Kaldi, enquanto passeava o seu rebanho de cabras, estranhou a agitação dos animais ao ingerirem umas cerejas vermelhas de um arbusto silvestre.



Curioso pela reação dos animais, o pastor decidiu também provar o fruto desconhecido e, logo após esta ação, vários monges viram o pastor e as cabras mais agitados do que o habitual. Foi a partir desse momento que as tais “cerejas” começaram a ser fervidas e o líquido que se obtinha daí passou a ser utilizado pelos monges para os manter acordados por muito tempo.


O cultivo comercial do café começou a ser realizado perto do século XV. Começaram a surgir as primeiras casas de café, em Meca, e esta bebida revitalizante acabou por se tornar conhecida por toda a população árabe.


O café passou a ser uma mercadoria muito valiosa e importante para vários povos, pelo que rapidamente chegou até à Europa, através de Veneza e dos comerciantes da Rota das Especiarias.


Foi também em Veneza que abriu o primeiro café público, “Café Florian”, em 1645. Pouco tempo depois, chegou a França, em 1659, tendo assim expandido o seu consumo em grande escala. As “casas de café” tornaram-se então lugares influentes, frequentados por vários artistas, banqueiros, intelectuais, sendo um dos espaços onde se discutia política e vários outros assuntos da sociedade.


No entanto, até o café esteve envolvido em polémica, já que muitos opositores, em Itália, o apelidaram de “invenção amarga de Satanás”. A polémica deu que falar e até o Papa Clemente VIII teve de intervir que, para eliminar a dúvida, provou a bebida e anunciou a sua aprovação para todos os cristãos do mundo.


A aceitação do Papa Clemente VIII foi o motor para o crescimento do café em várias partes do mundo e também das conhecidas “casas” da bebida.


Em Portugal, o café começou a aparecer no século XVIII, a partir de Francisco de Melo Palheta, durante o reinado do rei D. João V. Com esse aparecimento, o nosso país introduziu o café na ex-colónia do Brasil e transformou-o no maior produtor de café mundial. A partir do Brasil, o café foi levado para as ex-colónias Cabo Verde e S. Tomé e Príncipe. Rapidamente, o café chegou a Angola e Moçambique, que se tornaram também grandes produtores de café.


Depois das primeiras “casas de café” terem surgido, Portugal seguiu o exemplo. No século XVIII, apareceram os primeiros cafés públicos inspirados, sobretudo, nas tertúlias francesas do século XVII. Rapidamente, tornaram-se espaços de animação cultural e artística e foram ainda mais conhecidos quando Júlio Castilho, Almeida Garrett, Alexandre Herculano, entre outros, começaram a frequentá-los, tornando-os autênticas academias de moda e de pensamento.


Muitos anos depois, surgiu a primeira máquina de café expresso do mundo pela mão de Luigi Bezzera, em 1901. O café, que tem atualmente vários sabores, formas e maneiras de se fazer, é um elemento essencial em muitas casas. Em vários momentos de partilha, de conforto e de degustação em família e amigos, o café marca sempre presença.



É a bebida mais multifacetada de sempre, não escolhe estações do ano, é a desculpa ideal para se marcar encontros e é, por vezes, com um café ao lado que tomamos as maiores decisões das nossas vidas. Por isso, no Dia Mundial do Café, celebrado a 14 de abril, desfruta das chávenas que bem te apetecerem!


  • Partilha:

Artigos Recomendados
Porto é eleito o melhor destin...Porto é eleito o melhor destino de História e Cultura pela National GeographicA CIDADE DO PORTO É UM DESTINO INCONTORNÁVEL PARA OS AMANTES DE HISTÓRIA E CULTURA, TAL COMO REFERENCIA A REVISTA NATIONAL GEOGRAPHICmaisShawn Mendes e Justin Bieber j...Shawn Mendes e Justin Bieber juntos pela primeira vez em nova músicaPARA GRANDE ENTUSIASMO DOS FÃS, JUSTIN BIEBER E SHAWN MENDES JUNTARAM-SE PELA PRIMEIRA VEZ PARA UMA COLABORAÇÃO MUSICALmaisGeorge Clooney distribuiu 14 m...George Clooney distribuiu 14 milhões por 14 amigos: "Sem eles não teria nada disto"A FORMA COMO TUDO ACONTECEU TAMBÉM PARECE TIRADA DE UM ENREDO DE HOLLYWOODmaisA coruja da árvore de Natal qu...A coruja da árvore de Natal que está a emocionar o mundoSEM NINGUÉM O FAZER PREVER, A FAMOSA ÁRVORE DE NATAL NO ROCKFELLER CENTER, EM MANHATTAN, GUARDAVA UM CONVIDADO INESPERADOmaisMiguel Oliveira foi o mais ráp...Miguel Oliveira foi o mais rápido na primeira sessão de treinos em PortimãoMIGUEL OLIVEIRA CONSEGUIU BATER O TEMPO DE MAREVICK VIÑALES POR APENAS 40 MILÉSIMOS DE SEGUNDOmaisIntubado, doente com Covid-19 ...Intubado, doente com Covid-19 toca violino para agradecer aos profissionais de saúdeGROVER WILHELMSEN ESTÁ HÁ MAIS DE UM MÊS INTERNADO COM COVID-19maisVídeo que apoia o comércio loc...Vídeo que apoia o comércio local está a emocionar milhares de pessoasNUM ANO TÃO COMPLICADO, UMA CURTA-METRAGEM ESTÁ A SENSIBILIZAR E A EMOCIONAR AS PESSOAS PARA COMPRAREM NO COMÉRCIO LOCALmaisTelma Monteiro vence medalha d...Telma Monteiro vence medalha de prata no Europeu de judoTELMA MONTEIRO COMEÇOU NOS EUROPEUS COM APENAS 18 ANOS E, DESDE ENTÃO, SUBIU SEMPRE AO PÓDIOmaisAeroporto de Lisboa é consider...Aeroporto de Lisboa é considerado o “Melhor Aeroporto Europeu 2020”O PRÉMIO ATRIBUÍDO AO AEROPORTO DE LISBOA DISTINGUE A RESPONSABILIDADE E O CUMPRIMENTO DAS MEDIDAS DE SEGURANÇA DURANTE A PANDEMIAmais
Top