A falta que um abraço (nos) faz

O NOSSO CORPO E CÉREBRO PRECISAM MAIS DE TOQUE DO QUE AQUILO QUE PENSAMOS. E A PANDEMIA VEIO MOSTRAR ISSO MESMO

Jéssica Santos


Há quase um ano que estamos privados de abraços. Impôs-se, por força de uma pandemia, o distanciamento social e o nosso corpo começa a ressentir-se esta ausência de toque.


Enquanto adultos, nem sempre reconhecemos a importância do toque, nem mesmo na sua ausência.
O neurocientista Francis McGlone diz, ao The Guardian, que muitas vezes sentimos que algo nos faz falta, mas nem sempre reconhecemos que é o toque.

Para Francis McGlone, não existem dúvidas: quando falamos em solidão, falamos em falta de toque.



O toque tem um grande impacto no nosso bem-estar psicológico e até físico. O psicólogo Robin Dunbar refere também que todos nós temos o nosso círculo de amigos próximos - em média cinco - que são os chamados “ombros para chorar”. Seja para desabafar, receber aquele abraço que cura mais do que as palavras ou partilhar a nossa felicidade.


Esta forma de comportamento social já vem do tempo dos primatas, onde em cada camada se observava a presença de grupos de cinco melhores amigos. E é nesse círculo de amigos, do qual estamos privados agora, que vamos buscar conforto e apoio para lidar com as adversidades da vida.

Está provado que o toque ajuda a lidar melhor com o stress e ameniza até a dor física.
Como? A neurocientista Katerina Fotopoulou explica que a nossa pele está repleta de fibras nervosas, que reconhecem temperatura e textura e que, no momento de toque, transmitem sinais elétricos para as partes de processamento emocional do cérebro.



Chegados a este ponto da pandemia, podemos afirmar que é geral esta necessidade de toque, para além de todas as outras coisas de que nos vemos privados e das quais também sentimos falta.


A pandemia pode deixar marcas na nossa forma de estar, mas a evolução está do nosso lado. A maioria dos especialistas acredita que, assim que for possível estarmos todos juntos de novo, rapidamente nos ajustaremos e voltamos ao que eramos.

O ser humano é um ser que evolui para se adaptar.


  • Partilha:

Artigos Recomendados
Vem aí a maior montanha russa ...Vem aí a maior montanha russa do mundo!A ARÁBIA SAUDITA ESTÁ A CONSTRUIR UM NOVO PARQUE DE DIVERSÕES QUE VAI CONTAR COM A MAIOR MONTANHA RUSSA DO MUNDOmaisLCDP 5ª Temporada: Abril 2021?...LCDP 5ª Temporada: Abril 2021? Agosto 2021?ESTA É A PERGUNTA DOS FÃS DE LA CASA DE PAPEL: QUANDO ESTREIA A 5ª E ÚLTIMA TEMPORADA? EM ABRIL OU EM AGOSTO DESTE ANO?maisPortugal está a desenvolver um...Portugal está a desenvolver uma vacina por via nasalCASO O PROCESSO SE CONCRETIZE, ESTA VACINA CONTRA A COVID-19 PODE SER UMA EXCELENTE ALTERNATIVAmaisRepórter interrompe direto par...Repórter interrompe direto para salvar cão de lago congeladoSEM PENSAR DUAS VEZES, REPÓRTER RUSSO LARGA TUDO PARA SALVAR A VIDA A UM CÃOmaisDepois da atuação de The Weekn...Depois da atuação de The Weeknd, surgem os memesPREPARA-TE! ESTES MEMES VÃO FAZER-TE RIRmaisMarco Costa assistiu ao desesp...Marco Costa assistiu ao desespero de uma família: “Queriam dar-me o bebé”O PASTELEIRO TEM AJUDADO VÁRIAS FAMÍLIAS PORTUGUESAS COM CABAZES ALIMENTARES, DURANTE ESTE CONFINAMENTOmaisEm forma de agradecimento, tur...Em forma de agradecimento, turismos rurais do Alentejo oferecem estadia a profissionais de saúdeTURISMOS RURAIS, RESTAURANTES, OUTRAS EMPRESAS E ATIVIDADES, SÃO MAIS DE 30, JUNTARAM-SE PARA OFERECER UM MERECIDO DESCANSO AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDEmaisCristiano Ronaldo e Georgina R...Cristiano Ronaldo e Georgina Rodríguez ajudam criança portuguesa com cancroO CASAL FICOU SENSIBILIZADO COM A HISTÓRIA DE TOMÁS, UM MENINO COM UM CANCRO RARO, E DECIDIU PAGAR-LHE OS TRATAMENTOSmaisJá há malas em formato de másc...Já há malas em formato de máscara FPP2 e são um sucessoAS MALAS COM O FORMATO DAS MÁSCARAS FPP2 JÁ ESTÃO À VENDA E O SUCESSO É GRANDEmais
Top