Ana Colaço: o “bom dia" mais alegre da RFM

A ANA COLAÇO FAZ ANOS E A RFM QUER DAR-LHE OS PARABÉNS DE UMA FORMA ESPECIAL


A nossa querida Ana Colaço está de parabéns! Nasceu no dia 14 de março, algures nos anos 70… não interessa, de todo, precisar o ano. Para quê, afinal? Até porque, em boa verdade, a Ana é a que diz o “bom dia!” mais gaiato, jovial e alegre de toda a equipa da RFM. Com uma outra particularidade, ainda! A Ana diz “bom dia!” sempre, mesmo quando já estamos no lusco-fusco e todos dizemos “boa tarde!” há horas. 😊



Nascida em Lisboa, com dois irmãos rapazes, a Ana cresceu na cidade e foi também na capital que estudou, na Universidade Católica.

Assim que terminou o curso de Ciências da Comunicação, estagiou na RFM e ficou na rádio! Passou pela informação de trânsito e, depois, foi jornalista durante alguns anos. Até que, certo dia, percebeu que o seu coração radiofónico a puxava mais para o entretenimento do que para as notícias. Entregou a sua carteira de jornalista e passou a fazer parte desta grande equipa que é a RFM.



A nossa Ana Colaço é multifacetada e faz, na RFM, muitas coisas. Faz programas, faz ações da RFM ao vivo fora dos estúdios, faz reportagens, escreve, trabalha na área da produção, enfim a Ana nunca diz “não” aos desafios.

É competente, empenhada e entregue ao seu trabalho. É por causa disto tudo que já fez rádio em quase todos os sítios: em barcos, na praia, à beira do Tejo ou do Douro, nas ilhas, no jardim da Estrela, numa cama, num camião pelo país… e “mais houvera, lá chegara!”



Por detrás desta mulher feliz, trabalhadora e de vigorosos “bons dias”, há toda uma outra Ana Colaço que tem, entre outras características, uma, digamos, estranha relação com o Natal. Isto porque a Ana é mãe de dois gémeos, de 18 anos (a Inês e o Guilherme) que – e este é um momento muito, muito, muito importante… ou até mesmo delicado… – nasceram no dia de Natal. Isso mesmo, a 25 de dezembro!

Ora pois… quem é que aguenta ter DUAS festas de aniversário, todos os anos, no dia de Natal…? Quem é que aguenta garantir na mesa coscorões, bacalhau e dois bolos de anos? E velas (a dobrar), família, convites, amigos dos filhos (a dobrar)? Pois é…! A Ana Colaço aguenta e também nos quer convencer de que não gosta lá muito destes dias. Só que gosta, e muito, e até se comove! 😊



Depois, há ainda uma outra “coisa” que a caracteriza. A Ana não consegue não fazer nada. A inatividade não rima com a sua personalidade.

Se não está a trabalhar, está a trabalhar. Ou a coser coisas bem giras – sim, a Ana sabe costurar e, não poucas vezes, cose-nos botões que caem, bainhas que se descosem, camisas que se esgaçam, calças que se rasgam. Ou a correr ao pé do mar, ou a fazer formações, ou a dar aulas, ou a descobrir novos autores e livros, ou a trazer cães de louça para a RFM (este é o "Rolhas"). 😊



De resto, deem-lhe um pouco de mar, uma aurora ou um ocaso simpáticos, uma t-shirt com o Mickey e é vê-la feliz.

Se tudo isto for dentro de um barco, é vê-la muuuuuito feliz.



Usa normalmente dois brincos diferentes, um cada orelha, e gosta de nos surpreender ao ponto de, um dia, ter aparecido mascarada de duche, na rádio.



A Ana é amiga, fiel, generosa, disponível, atenta, despachada, dedicada e tem um peixe chamado Carlos a quem insiste mostrar o mundo!



Ana, gostamos muito de ti!


Queremos que tenhas um dia muito feliz!

Muitos parabéns!


  • Partilha:

Top