Casou quatro vezes no espaço de um mês para ter mais dias de férias

NO TOTAL, ESTE HOMEM TEVE 32 DIAS DE FÉRIAS REMUNERADAS

Jéssica Santos


Casar é não só um momento importante na vida das pessoas, como ainda traz alguns benefícios no trabalho, como dias de férias extra. Foi com base nesta premissa que esta história se desenrolou.


Um bancário de Taiwan casou quatro vezes com a mesma mulher, no espaço de um mês, para ter mais dias de férias. O banco, onde trabalha, dá oito dias de férias pelo casamento e com os quatro casamentos, este homem teve direito a um mês de férias.

O primeiro casamento aconteceu, segundo o jornal Times Now News, em abril de 2020. Uma semana depois deu-se o divórcio e depois casou novamente. Este método repetiu-se mais três vezes consecutivas e no total o homem teve 32 dias de férias remuneradas.



Claro que, no trabalho, desconfiaram com tanto casamento e divórcio num espaço de um mês e decidiram investigar.

Ao descobrirem, negaram-lhe os dias de férias, mas o protagonista desta história não se deixou ficar. O método usado podia não ser ético, mas não infringia nenhuma lei e, por isso mesmo, o tribunal deu-lhe razão. O banco não só teve que lhe dar os dias de férias como uma indemnização de 500 euros.


  • Partilha:

Top