Coisas que as mães fazem e não assumem que fazem

POR MUITO QUE AS SITUAÇÕES, AS REAÇÕES E AQUILO QUE DIZEM AOS FILHOS SEJAM NORMAIS, HÁ MUITAS MÃES QUE NÃO ASSUMEM SIMPLES COISAS QUE FAZEM


É caso para perguntar: Quem nunca, não é? Milhares de mulheres, quando se tornam mães, vivem situações com os filhos, têm sentimentos e diversas reações - que até podem ser totalmente normais - que, por vários motivos, não partilham com ninguém.


Quem o diz é um site especializado em parentalidade Baby Center, citado pelo jornal Sol, que fez um resumo de várias revelações de mães sobre situações pelas quais já passaram e não assumiram a ninguém.


Vamos a elas!


1. Fazem desaparecer brinquedos irritantes


Espalhados pela casa, existe um, dois ou três brinquedos que irritam qualquer mãe. E para piorar a situação é, provavelmente, aquele que faz mais barulho, que tem mais cor e que tem música, o preferido do bebé.


Há um dia que o tal brinquedo vai parar ao fundo do armário ou até debaixo da cama, tal como afirma quase metade das inquiridas (47%) que confessa ter feito desaparecer brinquedos barulhentos.



2. Sentem-se aliviadas quando vão trabalhar


Nos primeiros meses de vida de um bebé, a rotina de uma mãe e de um pai passa por mudar fraldas, dar-lhe balho e comida, colocá-lo a dormir, entre tantas outras coisas.


Não é assim de estranhar que, em mais de 7800 respostas, 56% das mães afirmam que sentem um alívio quando voltam ao emprego.


3. Já pensaram que não foram feitas para serem mães


É um sentimento que já deve ter atormentado uma mãe. Em mais de 6800 inquiridas, 42% afirmam mesmo que, por vezes, sentem que não têm vocação para serem mães.



4. Fingem que não viram o bebé a fazer xixi na banheira


Parece de propósito quando o mais novo da família decidi fazer xixi quando entra na banheira. Neste caso, muitos trocariam a água para dar um novo banho, mas a maioria das mães (76%) finge que nada se passou e continua a dar banho.


5. Usaram a própria camisola para limpar o nariz dos filhos


É o nariz e a boca! Muitas mães revelam que, no momento em que um filho espirra ou se suja e não há nada mais à mão, utiliza a camisola para resolver a situação. A maioria das mães (62% em cinco mil inquiridas) que respondeu ao questionário do Baby Center admitem que já o fizeram.


Na realidade, não há que ter culpas ou remorsos de já ter vivido uma destas situações, uma vez que todas as mães já devem ter passado por isso mesmo! O importante é viver e aproveitar o papel de mãe, que é para sempre e é um sentimento que não se explica.


Feliz dia a todas as mães!


  • Partilha:

Top