“As pessoas ainda acham que moramos em tendas e andamos a cavalo”- Nininho Vaz Maia à RFM

O MÚSICO DE ETNIA CIGANA QUE CONQUISTOU PORTUGAL LEVOU AO RUBRO O WI-FI DA RFM

Nininho Vaz Maia, o músico português de etnia cigana que conquistou o país com o lançamento de canções de originais através do YouTube em 2019, alcançando em tempo recorde milhões de visualizações, foi o convidado do Wi-Fi de dia 19 de Maio levando ao rublo milhares de seguidores da RFM nas redes sociais.

A mistura explosiva entre o flamenco e a pop de Nininho Vaz Maia, ora cantada em português ora em espanhol, já soma um acumulado superior dezenas de milhões de visualizações no YouTube e outros tantos milhões nas plataformas de streaming, com temas como “Pégate a mi”, “Quiero Bailar”, “Soy Gitano”, “Não Sou Perfeito”, “Saudade”, ou “El Tiempo” ft. Prodígio."Pegate a mi" é uma das músicas mais votadas no TOP25 RFM.

Nininho acaba de lançar o segundo single do álbum de estreia “Gosto de Ti” com um convidado muito especial, o seu filho Cristiano. O videoclipe, que estreou dia 14 de maio, voltou a superar todas as expectativas, conquistando em poucas horas o #1 nas tendências de música. Vê aqui o momento em que Cristiano surpreendeu o pai no programa " All Together Now"



Nininho Vaz Maia foi, dia 19 de Maio, o convidado do Wi-Fi. Em estúdio e em direto no facebook e youtube da RFM, Nininho respondeu a perguntas e piropos de fãs e jogou à "Cara Podre" com o Rodrigo Gomes e o Daniel Fontoura.

Ficámos a saber que Nininho é tão arrumado que até organiza a comida no prato enquanto está a comer, o que é que a sua mulher mudava na sogra , se na intimidade o músico é Nininho ou Ninão e a resposta à pergunta que mais lhe fazem: "Estás solteiro?"

Ao Wi- Fi, Nininho falou ainda do desafio que foi gravar em estúdio com o filho, revelou algumas das várias alcunhas que tem como por exemplo: “Coça o Ananás”, disse que que o pior de participar no programa "All Together Now" tinham sido as horas que passava em gravação e não podia sair para comer. Confessou que a pior coisa que o filho lhe podia dizer é que ele era um mau pai que, se e pudesse escolher, preferia assistir ao seu nascimento para pedir ao médico para lhe devolvesse o bocadinho da orelha que lhe falta e lamentou a ideia que muitos ainda fazem sobre as pessoas de etnia cigana- "“As pessoas ainda acham que moramos em tendas e andamos a cavalo”

Ouve tudo isto e os muitos piropos que Nininho recebeu dos seguidores da RFM no facebook durante esta conversa clicando no video em baixo.


 

  • Partilha:

Top