XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX' width='0' style='display:none;visibility:hidden'>

As fotos tiradas pelo pai de Joana Vasconcelos... que se calhar tens em casa

Teresa Lage

Hoje é conhecido como pai de Joana Vasconcelos, mas, se tiveres discos portugueses dos anos 80, vais encontrar muitas capas históricas com fotografias tiradas por Luís Vasconcelos.



O pai da mais famosa artista plástica portuguesa dos últimos tempos, nasceu no Peso da Régua, em 1947 e queria ser arquiteto, mas acabou por escolher a fotografia.

Quando se mudou para Moçambique tornou-se responsável pela secção de fotografia no liceu e acabou por escolher a carreira de fotojornalista.

De regresso a Portugal estreou-se a fotografar a manifestação do 1º de maio de 1974. Dez anos depois foi o único fotografo português a fazer a cobertura dos jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984, em que Carlos Lopes ganhou a medalha de ouro da prova da maratona



Como fotojornalista, Luis Vasconcelos trabalhou em quase todas as agências de notícias portuguesas, foi fotógrafo oficial do Presidente Mário Soares, editor do jornal Público, fundador da revista "Visão" e também, em 1980, do jornal de música "Rock Week".



Foi graças à sua fotografia de Rui Veloso na "Rock Week" que a editora Valentim de Carvalho o contactou, pedindo para a usar a foto na capa do novo single "Chico Fininho".



Depois disso, Luís Vasconcelos passou a colaborar de perto com a editora... e as suas fotos ficarão para sempre ligadas à história da música, nas capas de alguns dos mais míticos discos portugueses da década de 80.



É de Luís Vasconcelos a capa do primeiro single dos UHF. Antonio Manuel Ribeiro contou à RFM: "Começámos logo em 1980 com a capa dos "Cavalos de Corrida".

Ser fotografado pelo Luís e aprender com ele a olhar a câmara".



Quem não reconhece as capas de “Ar de Rock”, “Fora de Moda” e “Guardador de Margens” - os 3 primeiros álbuns de Rui Veloso, “À flor da pele” – o album de estreia dos UHF (que inclui “Rua do Carmo”), “Alibi” de Manuela Moura Guedes, “Asas e Penas” e “ O lado errado da noite” ( que inclui “ Deixa-me rir”) de Jorge Palma e até “Fado” de Amália?


  • Partilha:

Top